Sarampo: Londrina mantém investigação de três casos suspeitos da doença

Redação Tarobá News
Ciência e saúde | Publicado em 20/09/2019 às 11:08

AEN

Segundo o último boletim da Secretária Municipal de Saúde, Londrina ainda tem 3 casos de sarampo em investigação. Desde a última semana, a cidade registrou sete notificações da doença e dessas quatro suspeitas foram descartadas.

Os pacientes suspeitos têm idades entre 4, 22 e 30 anos. Eles aguardam o resultado de exames encaminhados ao Laboratório Central, LACEM, do Paraná, que devem ser finalizados até a próxima semana.

Em todo o Paraná, a Secretaria de Estado da Saúde informou que aumentou para 13 os casos confirmados de sarampo até esta quarta-feira. O último Informe Epidemiológico desta quinta (19), indica que 147 casos estão em investigação e um grupo de 20 pacientes já tiveram os exames negativos para a doença. Dos quatro novos casos confirmados um é de Curitiba, dois de Maringá e um de Ponta Grossa, com faixa etária de todos entre 20 e 29 anos. Os municípios que tiveram pacientes com registros de sarampo confirmados são Campina Grande do Sul, Curitiba, Ponta Grossa, Maringá, Rolândia e Jacarezinho.

Em Rolândia, segundo o diretor de vigilância em Saúde, Rafael André Ferreira Dias, em virtude do quadro clínico bastante característico da paciente foi feito o bloqueio vacinal de todos as pessoas que tiveram contato com ela a partir do dia 12 de agosto. Familiares, amigos e colegas de trabalho foram imunizados com a tríplice viral. “Fizemos isso para evitar um possível surto. O caso é importado, ou seja, a paciente não contraiu a doença em Rolândia”, aponta.

A mulher de 29 anos tinha feito uma viagem para Porto Seguro, na Bahia e passado também pelo aeroporto de São Paulo, no final de julho. Ambos locais onde há casos confirmado de sarampo. Ela teve febre, manchas vermelhas pelo corpo e conjuntivite.

Para conter o avanço do sarampo, que já acumula quase quatro mil casos positivos em todo o país, o Ministério da Saúde acrescentou, no calendário vacinal, a dose zero. Fornecida aos bebês na faixa etária de 6 a 12 meses incompletos, esta dose extra reforça a proteção às crianças consideradas mais suscetíveis a complicações graves da doença, como pneumonia, otite, encefalite ou até mesmo óbito.

A vacina contra sarampo continua sendo oferecida aos bebês de 12 e 15 meses, regularmente. Para adultos, a recomendação é que pessoas com idade até 29 anos recebam duas doses de vacina e, de 30 a 49 anos, uma dose.



Relacionados

Londrina | 21-10-2019 15:06

Menos de 700 crianças são vacinadas no dia "D" contra sarampo

Menos de 700 crianças são vacinadas no dia "D" contra sarampo

Londrina | 21-10-2019 14:42

Prefeitura inicia I Semana Municipal de Saúde Bucal

Prefeitura inicia I Semana Municipal de Saúde Bucal

Londrina | 21-10-2019 14:38

PAI é transferido para novo endereço

PAI é transferido para novo endereço

Londrina | 19-10-2019 13:08

Santa Casa de Londrina suspende a realização de cirurgias eletivas

Santa Casa de Londrina suspende a realização de cirurgias eletivas