Saúde atualiza casos de dengue em Londrina

Redação Tarobá News
Ciência e saúde | Publicado em 05/09/2019 às 15:55

Foto: reprodução N.com

A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) divulgou um panorama da situação da dengue em Londrina, nesta quinta-feira (5). De acordo com os dados, a cidade continua registrando casos suspeitos e tendo confirmações da doença.

Do início do ano até agora, foram registradas 13.438 notificações relacionadas à dengue. Destas, 3.162 foram confirmadas, 9.374 descartadas e 902 seguem em análise, aguardando o resultado de exames laboratoriais.

“O que nos chama a atenção é que tivemos 61 casos confirmados de dengue em julho e em agosto foram seis. Embora tenha diminuído, significa que não houve interrupção da circulação do vírus da dengue mesmo no inverno. Isso nos coloca em uma situação crítica com a chegada do período mais quente, pois continuamos tendo o vetor e a circulação viral e infelizmente podemos ter uma situação crítica novamente, como aconteceu no primeiro semestre do ano”, apontou Sônia.

De acordo com a diretora, a SMS continua com o trabalho de campo, realizado pelos agentes de Endemias da cidade. “Nesta semana iniciamos uma ação em determinados bairros que nos preocupam mais, fazendo um trabalho com a comunidade e vistoria nas casas, nas regiões que têm se mantido, ao logo do ano, com um índice alto de infestação do vetor. A tentativa neste momento é, junto com as comunidades, eliminar os possíveis focos”, contou.


Fonte: N.com



Relacionados

Curitiba | 13-09-2019 19:22

Evento discute ações judiciais para remédios não distribuídos pelo SUS

Evento discute ações judiciais para remédios não distribuídos pelo SUS

Curitiba | 13-09-2019 09:51

Paraná isenta ICMS de medicamento de alto custo

Paraná isenta ICMS de medicamento de alto custo

Londrina | 13-09-2019 08:32

Dengue avança e Londrina registra mais 38 casos em uma semana

Dengue avança e Londrina registra mais 38 casos em uma semana

Toledo | 12-09-2019 20:36

Pombos do Parque Ecológico estão contaminados com parasitas causando risco à saúde humana

Pombos do Parque Ecológico estão contaminados com parasitas causando risco à saúde humana

PUBLICIDADE