Linha 4

Publicidade

Secretaria de Saúde de Cascavel divulga alerta epidemiológico da Covid-19

Redação Tarobá News

Vários países, assim como diversos estados brasileiros, têm reportado, nas últimas semanas, um aumento de número de casos de Covid-19, nas formas leves e graves, com consequências como aumento do número de internações hospitalares e óbitos, além da necessidade de isolamento domiciliar dos pacientes e da quarentena dos contatos. Essas duas últimas medidas são essenciais para conter ou minimizar a transmissão do vírus para a comunidade, especialmente para os grupos mais vulneráveis. Esta situação não pode deixar de levar a uma reflexão individual e coletiva do que a ocasionou ou está ocasionando.

Em Cascavel, a Divisão de Vigilância Epidemiológica constatou, por meio das notificações encaminhadas pelos serviços de saúde, que houve um aumento da incidência de casos novos, nas semanas epidemiológicas (SE), 45 e 46, que correspondem aos primeiros quinze dias de novembro. O coeficiente de incidência passou de 2.971,72 para 3.191,31 casos por 100.000 habitantes, na última semana, sendo maior que os coeficientes do Brasil e do Estado do Paraná. 

O número de óbitos contabilizado até 19 de novembro é de 176, levando a uma taxa de letalidade de 1,62%. Embora o número de leitos hospitalares destinados à pacientes com Covid - 19, tanto de enfermaria quanto de UTI para Covid-19, ainda não estejam esgotados no município de Cascavel, este panorama pode ser alterado se as medidas de prevenção não forem adotadas e ampliadas, de forma contínua e permanente, uma vez que ainda não há previsão sobre a disponibilidade e eficácia de vacinas. Diante disso, a Divisão de Vigilância Epidemiológica e a Secretaria Municipal de Saúde de Cascavel solicitam a cada indivíduo que não deixe de adotar as medidas recomendadas, especialmente:

 Uso de máscara em todos os ambientes;

 Lavagem de mãos com água e sabão com frequência;

 Uso de álcool-gel 70º quando não for possível usar água e sabão;

 Evitar locais aglomerados.  Manter distanciamento social de, pelo menos 1 (um) metro entre pessoas em lugares públicos e de convívio social.

 Se estiver doente, evite contato próximo com outras pessoas, principalmente idosos e doentes crônicos, que são os que adoecem de modo mais grave. RESPEITE O PERÍODO DE ISOLAMENTO;

 Procure atendimento médico aos primeiros sintomas gripais.

Veja o documento aqui ALERTA EPIDEMIOLÓGICO 20 11 2020.pdf.

COMENTÁRIOS

Publicidade