Vacina da gripe é prioridade para população vulnerável

Eloise de Matos e Souza
Ciência e saúde | Publicado em 05/06/2017 às 16:16

Foto: Venilton Küchler/SESA

A secretaria de Estado da Saúde vai estudar a ampliação de público com direito à vacina contra a gripe no Paraná somente após o término da campanha, na próxima sexta-feira (9). Até lá, têm direito à imunização crianças de seis meses a quatro anos de idade, idosos acima de 60 anos, gestantes, mulheres em pós-parto (até 45 dias), profissionais da área da saúde, indígenas, professores em atividade e doentes crônicos (mediante prescrição médica).

“A Secretaria da Saúde não tem doses de vacina em estoque. Todos os lotes recebidos do Ministério da Saúde foram distribuídos para que os municípios pudessem conduzir a imunização nas unidades de saúde. Só após o término da campanha poderemos verificar qual é estoque remanescente e estudar a ampliação de público”, disse o secretário estadual da Saúde, Michele Caputo Neto.



Relacionados

Ciência e saúde | 18-07-2018 09:10

Campanha de vacinação contra o sarampo será realizada em agosto

Campanha de vacinação contra o sarampo será realizada em agosto

Ciência e saúde | 18-07-2018 08:40

Taxas de vacinação aumentam no mundo, mas caem no Brasil há 3 anos

Taxas de vacinação aumentam no mundo, mas caem no Brasil há 3 anos

Ciência e saúde | 17-07-2018 19:34

Decretada prisão temporária de cirurgião que operava em casa; paciente morreu

Decretada prisão temporária de cirurgião que operava em casa; paciente morreu

Ciência e saúde | 17-07-2018 13:20

Fundetec promove desenvolvimento científico em Cascavel

Fundetec promove desenvolvimento científico em Cascavel

PUBLICIDADE