Liminar é expedida para que Sanepar deixe de cobrar taxa de ligação de esgoto dos consumidores do município

Redação Tarobá News
Cotidiano | Publicado em 28/05/2019 às 17:06

O Juízo da Vara da Fazenda Pública de Medianeira, no Oeste paranaense, atendeu pedido formulado em ação civil pública ajuizada pela Promotoria de Justiça da comarca e determinou liminarmente que a Sanepar deixe de cobrar a “taxa de adesão aos serviços de coleta e tratamento de esgoto”, no valor de R$ 215,79, que a empresa tem cobrado de cada consumidor do município quando faz a ligação de esgoto. A decisão estabelece multa diária de R$ 500 por unidade consumidora (limitada ao máximo de R$ 15 mil) em caso de descumprimento.

De acordo com a ação, a cobrança é indevida, uma vez que a empresa, “ao repassar os custos da infraestrutura ao consumidor, transfere indevidamente obrigação que incumbe a ela, em razão do contrato de concessão”. Assim, alega o Ministério Público do Paraná, “há enriquecimento indevido da empresa concessionária, considerando que os custos são transferidos para o terceiro, consumidor, que está arcando com o insumo do objetivo lucrativo da companhia”.

Na análise do mérito da ação, o MPPR requer ainda que a cobrança da taxa seja reconhecida como ilegal e declarada nula e que a Sanepar devolva aos clientes os valores já pagos a esse título.



Relacionados

Toledo | 29-01-2020 15:29

Forte temporal com chuva de granizo destelha casa e atinge lavoura de soja no interior de Toledo

Forte temporal com chuva de granizo destelha casa e atinge lavoura de soja no interior de Toledo

Cascavel | 29-01-2020 15:21

Cascavel terá mais um reservatório para região norte

Cascavel terá mais um reservatório para região norte

Cascavel | 29-01-2020 14:04

Time IAPAR/EMATER pronto para o Show Rural

Time IAPAR/EMATER pronto para o Show Rural

Cascavel | 29-01-2020 13:52

Começa construção dos ecopontos para cooperativas de reciclagem

Começa construção dos ecopontos para cooperativas de reciclagem

PUBLICIDADE