MP abre inquérito civil para investigar caso de águas contaminadas

Redação Tarobá News
Cotidiano | Publicado em 14/01/2020 às 10:32

O Ministério Público do Paraná instaurou inquérito civil para investigar o caso de águas contaminadas em Cascavel. A denúncia foi feita pelo vereador Celso Dal Molin em dezembro de 2018.

Segundo o vereador, exames comprovaram que a água distribuída pela Sanepar para consumo da população estava contaminada com protozoário Cryptosporidium. 

O inquérito deve apurar se a empresa sabia da contaminação e ainda assim não adotou as medidas cabíveis, se houve surto de diarreia causado pelo consumo da água e se o município teve prejuízos com gastos adicionais em razão ao surto no valor de R$ 1.644.087,38, não sendo ressarcido pela Sanepar. 

O pedido de investigação foi feito pelo promotor de Justiça da Comarca de Cascavel. O município tem um prazo de 30 dias para ceder informações que sejam relevantes para conclusão do inquérito. 



Leia mais: Relatório aponta que fontes de água dos parques continuam contaminadas

Oficializado pedido de ressarcimento pelos danos causados por conta da água contaminada



Relacionados

Cascavel | 08-08-2020 10:04

Morador de Guaraniaçu morre com Covid-19 no HU; paciente tinha 29 anos

Morador de Guaraniaçu morre com Covid-19 no HU; paciente tinha 29 anos

Cascavel | 08-08-2020 08:40

Comércio atende com horário estendido para o Dia dos Pais

Comércio atende com horário estendido para o Dia dos Pais

Londrina | 07-08-2020 21:42

As dificuldades de se tornar pai durante a pandemia

As dificuldades de se tornar pai durante a pandemia

Londrina | 07-08-2020 20:21

Entrega de títulos para teste seletivo do Cadúnico será por drive-thru

Entrega de títulos para teste seletivo do Cadúnico será por drive-thru