Novas pacientes com covid-19 em PG são mulheres

Redação Tarobá News
Cotidiano | Publicado em 26/03/2020 às 14:19

Foto: Arquivo aRede

Os dois novos casos confirmados de covid-19 em Ponta Grossa, divulgados na noite desta quarta-feira (25) no boletim da Secretaria do Estado da Saúde (Sesa), são de pacientes do sexo feminino. A informação foi confirmada na manhã desta quinta-feira (26) pela Fundação Municipal de Saúde (FMS).

Nos dois casos, as mulheres viajaram para o exterior, e uma delas está em isolamento domiciliar com quadro de saúde estável. A outra está em observação e ainda não apresentou melhora no quadro. “Detalhes sobre os novos casos são preservados para segurança dos pacientes”, diz a nota enviada pela assessoria da FMS.

No último sábado (21) a cidade confirmou o primeiro caso positivo para Coronavírus. Segundo secretário adjunto de saúde, Rodrigo Manjabosco, o paciente do primeiro caso no município é um homem, que há alguns dias esteve em outro país. Embora não tenha detalhado nomes ou a idade, para preservar a identidade e manter a segurança do mesmo.

Com os novos casos de Ponta Grossa, a região dos Campos Gerais totaliza quatro casos confirmados, no domingo (22), o município de Telêmaco Borba também confirmou um caso de Coronavírus. De acordo com profissionais de Saúde, o paciente já foi informado, permanece em isolamento domiciliar e está com o quadro de saúde evoluindo bem.

Com ifnormações: ARede



Relacionados

Cascavel | 27-05-2020 19:50

Detran: serviços estão voltando aos poucos ao normal

Detran: serviços estão voltando aos poucos ao normal

Foz do Iguaçu | 27-05-2020 19:06

Veja como a população do Bubas enfrenta a covid-19

Veja como a população do Bubas enfrenta a covid-19

Foz do Iguaçu | 27-05-2020 18:18

Pesquisas se mostram eficientes no combate ao aedes aegypti

Pesquisas se mostram eficientes no combate ao aedes aegypti

Cascavel | 27-05-2020 16:42

Drive-Thru Solidário está suspenso, mas entidades continuam a receber doações em suas sedes

Drive-Thru Solidário está suspenso, mas entidades continuam a receber doações em suas sedes

PUBLICIDADE