Linha 4

Publicidade

Uso incorreto do celular pode impactar a coluna vertebral; entenda

Redação Tarobá News

O Brasil é o país onde as pessoas mais passam tempo em aplicativos de celular em todo o mundo. Dados do relatório do App Annie Intelligence observados durante o segundo semestre de 2021 apontam que os brasileiros passam, em média, 5,4 horas por dia olhando o smartphone. O uso incorreto desse equipamento pode comprometer a boa postura de uma pessoa e ao longo do tempo, causar danos importantes à coluna vertebral.

A professora do curso de fisioterapia da Unopar, fisioterapeuta e doutoranda em Ciências da Reabilitação, Andressa Araújo, explica que a cabeça em posição neutra, ou seja, alinhado com o pescoço e com os olhos na linha do horizonte, representa para a coluna cervical peso entre 4,5 e 5,4 quilos e que, quando fica inclinada para o uso do celular ou de computadores, pode pesar até  27 quilos sobre o pescoço, o que correspondente ao peso de uma criança de oito anos.

“O longo período que ficamos em posição curvada utilizando o celular representa uma sobrecarga à coluna, especialmente à cervical, e pode ocasionar dores de cabeça, no pescoço, posturas prejudiciais e, com o passar do tempo, até hernia de disco na cervical. A maneira correta de utilizar o equipamento é direcionar a visão e não o pescoço até o aparelho”, explica a professora.

De acordo com a fisioterapeuta é necessário mudar alguns hábitos diários, seja em casa ou no ambiente de trabalho, pois essas mudanças podem fazer toda a diferença na saúde da coluna vertebral.

“O uso do celular está cada vez mais presente no nosso dia a dia. Para evitar danos futuros à coluna vertebral é importante evitar o uso excessivo do celular em posição de flexão da cervical. Além disso, é de extrema importância realizar adaptações no mobiliário e ambiente de trabalho e fazer pausas frequentes, pois isso evita posturas estáticas prolongadas”, diz.

Para auxiliar as pessoas a mudarem os hábitos e cuidarem melhor da postura, a professora preparou algumas dicas:

•Evite debruçar-se sobre sua mesa de trabalho;

•Tente manter uma rotina de exercícios físicos para fortalecer seus músculos;

•Organize o tempo de trabalho para realizar pausas e alongar a musculatura do pescoço;

•Evite cadeiras muito macias, sem encosto ou apoio para os braços;

•Rolos de espuma ou EVA para a região lombar (comprados em lojas de artigos ortopédicos) podem ser bons aliados no trabalho ou no carro;

•Escolha um colchão que mantenha sua espinha ereta;

•O travesseiro deve manter a cabeça alinhada ao pescoço e à coluna.

•Se utilizar muito aplicativo de mensagens no trabalho, experimente instalá-lo no seu computador com o monitor na altura dos olhos.

(com assessoria)

COMENTÁRIOS

Publicidade

Publicidade

Nós usamos cookies teste site para lhe proporcionar a melhor experiência possível lembrando de preferências em visitas anteriores. Clicando em "Aceitar" você aceita o uso de cookies e nossos Termos de Uso.