Aeroporto de Londrina registra alta de 10% no fluxo de passageiros

Redação Tarobá News
Economia | Publicado em 23/07/2019 às 11:42

O Aeroporto de Londrina/Governador José Richa (PR) encerrou o primeiro semestre de 2019 com alta de 10% na movimentação de passageiros. Foram aproximadamente 497 embarques e desembarques realizados no terminal de janeiro a junho, 44,6 mil a mais que os 452,4 mil contabilizados no mesmo período de 2018. O número representa o melhor movimento registrado desde 2015, quando quase 535 mil pessoas utilizaram o terminal paranaense.

Com vocação para os negócios, o Aeroporto de Londrina está localizado a 3,4 km do centro da cidade e tem capacidade para receber até 3,1 milhões de passageiros. “A nossa expectativa é que até o final deste ano, passem pelo terminal cerca de 980 mil viajantes – alta de 4% em relação ao fluxo de 2018, que teve 943,2 mil pessoas transportadas”, destacou a superintendente do aeroporto, Sandra Aparecida de Oliveira.

Operam regularmente no Aeroporto de Londrina três companhias aéreas: Latam, Gol e Azul, com rotas para São Paulo (Guarulhos, Campinas e Congonhas), Curitiba e Cuiabá, além de outros estados, por meio de conexões.

Rede Infraero

Os aeroportos da Infraero com voos regulares também tiveram alta na movimentação de passageiros no primeiro semestre de 2019. Na comparação com os seis primeiros meses do ano passado, o crescimento foi de 3%. Foram contabilizados 41,7 milhões de viajantes ante os 40,6 milhões de embarques e desembarques registrados em 2018.

Assessoria de Imprensa – Infraero



Relacionados

Economia | 04-07-2020 14:32

BNDES prorroga linha de crédito para pequena e média empresa, com mais R$ 5 bi

BNDES prorroga linha de crédito para pequena e média empresa, com mais R$ 5 bi

Economia | 04-07-2020 12:55

Risco para investir volta a nível de 2016

Risco para investir volta a nível de 2016

Economia | 04-07-2020 12:36

Caixa alerta para rombo no FGTS com ajuda a aéreas

Caixa alerta para rombo no FGTS com ajuda a aéreas

Economia | 04-07-2020 07:49

54% compram de quem ajuda o meio ambiente

54% compram de quem ajuda o meio ambiente