Ana Paula Vescovi não confirma ida para novo governo

Estadão Conteúdo
Economia | Publicado em 09/11/2018 às 09:00

Foto: Agência Brasil

A secretária executiva do Ministério da Fazenda, Ana Paula Vescovi, foi sondada para participar do governo Jair Bolsonaro, mas "teria outros planos", segundo fontes da equipe de transição. A avaliação é que integrantes do atual governo que estão fazendo um bom trabalho poderão continuar na próxima gestão, desde que tenham motivação.

De acordo com essas fontes, o futuro ministro da Economia, Paulo Guedes, teria já conversado com Ana Paula Vescovi, mas um ponto contrário à permanência dela na equipe seria a "motivação". Ela teria planos de fazer um doutorado e, por isso, "não estaria se encaixando no perfil" proposto pelo futuro governo.

O nome de Ana Paula Vescovi estaria sendo aventado para a presidência da Caixa. Considerada linha dura, ela é presidente do Conselho de Administração do banco, onde bateu de frente com o comando da instituição para promover mudanças nas vice-presidências e cargos de direção.

Na quinta-feira, 8, após participar de evento na Universidade de Brasília (UnB), ela disse a jornalistas que não falaria sobre o assunto. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.



Relacionados

Economia | 21-01-2019 11:15

Mourão defende ampliação do tempo mínimo para aposentadoria de militares

Mourão defende ampliação do tempo mínimo para aposentadoria de militares

Economia | 21-01-2019 11:05

Previsão do superávit comercial em 2019 cai para US$ 52,00 bi

Previsão do superávit comercial em 2019 cai para US$ 52,00 bi

Economia | 21-01-2019 10:50

Juros têm viés de alta com dólar e liquidez fraca em dia de feriado nos EUA

Juros têm viés de alta com dólar e liquidez fraca em dia de feriado nos EUA

Economia | 21-01-2019 10:50

Dólar sobe ante real e outras moedas emergentes após PIB da China

Dólar sobe ante real e outras moedas emergentes após PIB da China