Arthur Lira faz apelo para que oposição tire o kit obstrução da PEC do Orçamento

Estadão Conteúdo
Economia | Publicado em 15/04/2019 às 16:10

Foto: Agência Brasil

O líder do PP na Câmara, Arthur Lira (AL), fez um apelo à oposição para que os seus deputados retirassem os requerimentos de obstrução da discussão sobre a proposta de emenda à Constituição do Orçamento Impositivo na Comissão de Constituição e Justiça da Casa. A líder da minoria, deputada Jandira Feghali (PCdoB-RJ), disse concordar com o pedido e a deputada Maria do Rosário (PT-RS) retirou seu requerimento.

"Faço apelo para que a oposição retire o kit obstrução para que possamos votar rapidamente a PEC do Orçamento Impositivo e depois a reforma da Previdência. Orçamento é uma matéria boa para o Brasil e para o Parlamento", disse Lira.

Ele lembrou que a proposta de emenda à Constituição que trata do orçamento impositivo já foi aprovada pela Câmara e foi alterada pelo Senado. "Há partidos de centro que pensam o Orçamento como prioritário", disse.

Em seguida, Feghali afirmou que a oposição é favorável à votação do orçamento impositivo e, por isso, disse concordar com o apelo feito por Lira. "Não queremos obstruir essa matéria. A Previdência de fato somos contra e vamos obstruir, mas o orçamento não", disse.

Durante a discussão, o deputado José Guimarães (PT-CE) pediu que o presidente da comissão, Felipe Francischini (PSL-PR), ouvisse as lideranças sobre a inversão de pauta, para que a PEC do Orçamento Impositivo seja votada antes da reforma da Previdência.



Relacionados

Economia | 26-06-2019 15:15

Mais de 20 deputados e líderes já falaram no debate da reforma nesta quarta

Mais de 20 deputados e líderes já falaram no debate da reforma nesta quarta

Economia | 26-06-2019 11:25

Mesmo passada a recessão, 21,5 mil empresas fecharam as portas em 2017, diz IBGE

Mesmo passada a recessão, 21,5 mil empresas fecharam as portas em 2017, diz IBGE

Economia | 26-06-2019 10:25

Petrobras confirma preço por ação de R$ 30,25 em follow on, totalizando R$ 7,3 bi

Petrobras confirma preço por ação de R$ 30,25 em follow on, totalizando R$ 7,3 bi

Economia | 26-06-2019 10:05

Confiança da construção sobe 2,1 pontos em junho, para 82,8 pontos, diz FGV

Confiança da construção sobe 2,1 pontos em junho, para 82,8 pontos, diz FGV