BoE mantém política monetária, mas alguns dirigentes desejavam elevar juros

Estadão Conteúdo
Economia | Publicado em 15/06/2017 às 08:30

O Banco da Inglaterra (BoE, na sigla em inglês) decidiu nesta quinta-feira manter sua política monetária. Alguns dirigentes da instituição, porém, votaram por uma alta nos juros.

O BOE manteve a taxa básica de juros em 0,25%, na mínima histórica, bem como o volume de compras de bônus soberanos em 435 bilhões de libras. A decisão sobre os juros, porém, foi tomada por 5 votos a 3, com três dos dirigentes - Kristin Forbes, Ian McCafferty e Michael Saunders - desejando elevar os juros agora, para 0,50%. Todos os dirigentes concordaram, de qualquer modo, que qualquer elevação nos juros deve ser "gradual e limitada", segundo a instituição. A maioria preferiu, porém, manter os juros, diante de incertezas para a perspectiva para o crescimento, segundo a ata da reunião.

Em relação às compras de bônus de empresas e governos, houve apoio unânime à manutenção delas no patamar atual.

De acordo com o BoE, a inflação poderia subir acima de 3% por volta do outono local, ficando acima da meta de 2% por um período prolongado. Além disso, o BC afirmou que a inflação pode ficar ainda mais acima da meta do que o antes imaginado pelos dirigentes. O BoE notou que a recente desvalorização da libra deve gerar mais pressão inflacionária, caso o movimento cambial se mantenha. Segundo o BoE, a erosão da capacidade ociosa na economia reduz a tolerância dos dirigentes à inflação acima da meta.

O BoE afirmou também que o crescimento da renda real no Reino Unido deve ser mais fraco, nos próximos anos. Além disso, destacou que o avanço no emprego sugere que a capacidade ociosa da economia tem diminuído.

A ata não fez referência à eleição geral da semana passada, na qual a premiê Theresa May perdeu a maioria absoluta no Parlamento. O resultado gerou dúvidas sobre o futuro dela no poder e a estratégia do governo para a saída do Reino Unido da União Europeia, o chamado Brexit. Fonte: Dow Jones Newswires.



Relacionados

Economia | 13-08-2018 18:25

BNDES lucra R$ 4,7 bi no 1º semestre, alta de 253,6%

BNDES lucra R$ 4,7 bi no 1º semestre, alta de 253,6%

Economia | 13-08-2018 18:10

Ibovespa termina sessão em alta de 1,28%, aos 77.496,45 pontos

Ibovespa termina sessão em alta de 1,28%, aos 77.496,45 pontos

Economia | 13-08-2018 16:10

Resolução sobre transparência de ajuste de combustível sai em setembro, diz ANP

Resolução sobre transparência de ajuste de combustível sai em setembro, diz ANP

Economia | 13-08-2018 15:10

Balança comercial tem déficit de US$ 277 milhões na segunda semana de agosto

Balança comercial tem déficit de US$ 277 milhões na segunda semana de agosto