Economia

Economia

Bolsas da Europa sobem, com foco em balanços e após PIB do Reino Unido


Bolsas da Europa sobem, com foco em balanços e após PIB do Reino Unido
Foto: Divulgação

As bolsas europeias fecharam em alta nesta quarta-feira, 26, com foco em notícias corporativas. No Reino Unido, uma leitura modesta do Produto Interno Bruto (PIB) do país ainda reforçou a percepção dos investidores de que o Banco da Inglaterra (BoE, na sigla em inglês) não deve ter pressa no aperto monetário. Além disso, havia expectativa pela decisão de política monetária do Federal Reserve (Fed, o banco central americano), prevista para depois do fim do pregão no continente.

O índice pan-europeu Stoxx 600 fechou em alta de 0,49%, em 382,65 pontos.

Na agenda de indicadores, o PIB do Reino Unido avançou 0,3% no segundo trimestre ante o primeiro e teve crescimento de 1,7% na comparação anual, resultados em linha com o previsto. Os números reforçaram a expectativa dos investidores de que o BoE não tenha pressa no aperto monetário no país.

Na bolsa de Londres, o índice FTSE-100 teve ganho de 0,24%, chegando a 7.452,32 pontos. Entre os bancos britânicos, Barclays subiu 0,72% e Lloyds avançou 0,12%. A mineradora Glencore recuou 0,30%, mas a Anglo American avançou 2,01%, enquanto a petroleira BP teve baixa de 0,29%.

O índice DAX, da bolsa de Frankfurt, avançou 0,33%, a 12.305,11 pontos. Commerzbank subiu 2,73%, depois de o banco anunciar um novo investidor, e Deutsche Bank teve ganho de 1,22%. No setor de energia, E.ON subiu 0,94%. Volkswagen avançou 1,90%, com a reunião do conselho supervisor da montadora em andamento e um dia antes do balanço da montadora. Merck caiu 3,4%, após várias corretoras rebaixarem a ação, e Daimler recuou 0,8%, depois de divulgar balanço que frustrou as expectativas. Já Metro avançou 7,1%, em reação ao anúncio de uma aquisição no mercado francês.

Em Paris, o índice CAC-40 fechou em alta de 0,56%, em 5.190,17 pontos. A montadora Peugeot se destacou e subiu 3,18%, a petroleira Total avançou 0,58% e Crédit Agricole teve ganho de 1,04%, entre os papéis mais negociados. BNP Paribas e Société Générale subiram 1,12% e 1,18%, respectivamente, mas Vallourec caiu 0,54%.

Na bolsa de Milão, o índice FTSE-MIB fechou também com ganho de 0,56%, em 21.577,56 pontos, na máxima do dia. Telecom Italia subiu 1,05%. Entre os bancos italianos, Intesa Sanpaolo avançou 0,55%, porém UniCredit caiu 0,41%, enquanto Banco BPM ficou estável. A montadora Fiat teve alta de 0,99%.

Em Madri, o índice IBEX-35 subiu 0,49%, a 10.575,40 pontos. Iberdrola ganhou 0,13%, no setor de energia, e CaixaBank e BBVA avançaram 0,49%, e 0,05%, respectivamente, enquanto Banco de Sabadell perdeu 0,21% e Bankia recuou 2,56%. Mapfre teve baixa de 1,97%.

Na bolsa de Lisboa, o índice PSI-20 foi na contramão dos demais e caiu 0,27%, a 5.269,71 pontos. Banco Comercial Português e Corticeira Amorim recuaram 1,18% e 3,61%, respectivamente, enquanto Jerónimo Martins subiu 0,20% e Galp Energia avançou 0,07%. (Com informações da Dow Jones Newswires)


Selecione sua cidade

Cascavel | Londrina