Bolsas de NY fecham sem direção única após alta de juros nos EUA

Estadão Conteúdo
Economia | Publicado em 14/06/2017 às 18:55

Os mercados acionários americanos fecharam sem direção única nesta quarta-feira, 14, reagindo à decisão de política monetária do Federal Reserve (Fed, o banco central dos Estados Unidos), que elevou as taxas dos Fed funds para a faixa entre 1,00% e 1,25%.

O índice Dow Jones fechou em alta de 0,22%, aos 21.374,56 pontos, renovando sua máxima histórica de fechamento. Por outro lado, o S&P 500 recuou 0,10%, aos 2.437,92 pontos; e o Nasdaq teve baixa de 0,41%, aos 6.194,89 pontos.

A decisão do Federal Reserve de promover um novo aperto monetário e indicar o início da redução de seu balanço patrimonial influenciou positivamente o setor financeiro. Pouco antes do anúncio do BC americano, o setor recuava 0,97%, mas fechou em alta de 0,19%. O Goldman Sachs liderou os ganhos entre os bancos, ao avançar 1,03%, com o Wells Fargo subindo 0,15% e o Citigroup ganhando 0,05%.

No entanto, após o anúncio do Fed, as ações de tecnologia inverteram o movimento e passaram a cair. Nas últimas sessões, as gigantes do setor aceleraram a queda, influenciadas por relatórios de bancos como Goldman Sachs e Bank of America, que indicavam que as ações de tecnologia estavam "excessivamente sobrecarregadas". Nesta quarta-feira, a Apple recuou 0,98%, o Google perdeu 0,26%, o Facebook baixou 0,29% e a Microsoft teve queda de 0,52%.

"Muitos esperavam que o Fed desse detalhes sobre o desenrolar do balanço, como quanto, em quanto tempo e em que ritmo. Mas o Fed era vago, apenas dizendo que começaria a 'encolher gradualmente' algum dia este ano", disse JJ Kinahan, estrategista-chefe de mercado da TD Ameritrade. No entanto, nesta reunião, o Fed comenta que iniciará o processo de diminuição de seu balanço reduzindo suas participações em ativos em US$ 10 bilhões por mês. (Com informações da Dow Jones Newswires)



Relacionados

Economia | 23-05-2018 21:40

Abear avisa que greve vai afetar voos por falta de combustível

Abear avisa que greve vai afetar voos por falta de combustível

Economia | 23-05-2018 21:35

Greve continua ao menos até amanhã, diz presidente de sindicato do DF

Greve continua ao menos até amanhã, diz presidente de sindicato do DF

Economia | 23-05-2018 21:35

Trump instrui Departamento do Comércio a investigar veículos importados

Trump instrui Departamento do Comércio a investigar veículos importados

Economia | 23-05-2018 21:25

Orlando Silva propõe zerar PIS-Cofins do diesel em seu relatório da reoneração

Orlando Silva propõe zerar PIS-Cofins do diesel em seu relatório da reoneração