Bolsas de NY sobem com depoimento do ex-diretor do FBI no Senado no radar

Estadão Conteúdo
Economia | Publicado em 07/06/2017 às 18:20

Após duas sessões consecutivas de perdas, os mercados acionários americanos fecharam em alta nesta quarta-feira, 7, com os investidores digerindo o testemunho preparado do ex-diretor do FBI James Comey, entregue ao Senado.

O índice Dow Jones fechou em alta de 0,18%, aos 21.173,69 pontos; o S&P 500 avançou 0,16%, aos 2.433,14 pontos; e o Nasdaq ganhou 0,36%, aos 6.297,38 pontos.

Durante a tarde, relatos de que a Coreia do Norte teria feito um novo teste de míssil balístico fez com que as bolsas de Nova York perdessem força. No entanto, os índices acionários passaram a subir após a divulgação do testemunho que o ex-diretor do FBI James Comey lerá no Comitê de Inteligência do Senado na quinta-feira, com início previsto para as 11h (de Brasília).

Para os investidores, o conteúdo divulgado por Comey não causa muito prejuízo ao presidente dos Estados Unidos, Donald Trump. No mês passado, reportagens da imprensa americana relatavam que Trump teria pedido a Comey que deixasse de lado a investigação sobre o ex-conselheiro de Segurança Nacional da Casa Branca Michael Flynn em relação a uma possível interferência russa nas eleições presidenciais americanas do ano passado.

Ações de instituições financeiras registraram fortes ganhos, recuperando-se de perdas registradas anteriormente. O Goldman Sachs subiu 0,58%; o JPMorgan avançou 1,15%; o Citigroup ganhou 1,43%; e o Bank of America teve alta de 1,66%.

Já as ações de energia acompanharam o declínio visto nos preços do petróleo e fecharam em queda: a Chevron baixou 0,38%; a ExxonMobil recuou 0,37%; e a ConocoPhillips teve perda de 2,07%. Fonte: Dow Jones Newswires



Relacionados

Economia | 18-08-2018 12:00

BNDES terá novo procedimento para análise de crédito

BNDES terá novo procedimento para análise de crédito

Economia | 18-08-2018 11:40

Orçamento tem pleitos emergenciais de R$ 1,4 bi

Orçamento tem pleitos emergenciais de R$ 1,4 bi

Economia | 18-08-2018 10:35

No Twitter, Trump reafirma que seu país tem feito "grandes acordos comerciais"

No Twitter, Trump reafirma que seu país tem feito "grandes acordos comerciais"

Economia | 18-08-2018 10:31

Indústria acelera importações em 2018

Indústria acelera importações em 2018

PUBLICIDADE