Crescimento dos preços das moradias desacelera no 1º trimestre na zona do euro

Estadão Conteúdo
Economia | Publicado em 19/07/2017 às 11:10

Foto: Divulgação

O mercado do mercado imobiliário da zona do euro desacelerou no primeiro trimestre, após o recuo nos preços da Alemanha diminuir os temores de que um longo período de juros muito baixos possa ter gerado uma bolha. A agência de estatísticas da União Europeia informou nesta quarta-feira que os preços de moradias subiram 0,4% no primeiro trimestre deste ano, na comparação com o quarto trimestre de 2016. Na comparação anual, o avanço foi de 4,0%.

A alta trimestral foi a menor desde o fim de 2015. A desaceleração pode ter refletido alguma cautela entre potenciais compradores de casas no início de um ano movimentado de eleições na zona do euro.

Em linha com outras regiões desenvolvidas, os preços das casas da zona do euro caíram após a crise financeira, mas começaram a avançar novamente a partir de meados de 2010. Diferentemente dos EUA, os preços de casas na zona do euro recuaram uma vez mais, para só começar a subir de novo em meados de 2014.

Na Alemanha, os preços das moradias caíram 1% no primeiro trimestre ante o anterior, após uma série de fortes altas. Além disso, continuaram a recuar na Itália, embora tenham sido registrados avanços fortes na Espanha e na França. Fonte: Dow Jones Newswires.



Relacionados

Economia | 18-07-2018 13:40

Fluxo cambial total em julho até dia 13 é positivo em US$ 3,823 bi

Fluxo cambial total em julho até dia 13 é positivo em US$ 3,823 bi

Economia | 18-07-2018 11:07

Estudantes brasileiros geram US$ 180 milhões ao ano para Cidade do Leste

Estudantes brasileiros geram US$ 180 milhões ao ano para Cidade do Leste

Economia | 18-07-2018 11:05

CVM suspende negociação de fundo Imobiliário com característica de pirâmide

CVM suspende negociação de fundo Imobiliário com característica de pirâmide

Economia | 18-07-2018 10:55

IPC-Fipe avança 0,37% na 2ª quadrissemana de julho

IPC-Fipe avança 0,37% na 2ª quadrissemana de julho

PUBLICIDADE