Dersa diz manter controle sobre todos os seus contratos

Redação Tarobá News
Economia | Publicado em 01/06/2017 às 09:00

Após a delação de executivos da Odebrecht envolver diretores da Desenvolvimento Rodoviário S/A (Dersa), de São Paulo, a empresa informou que mantém controle e fiscalização em todos os contratos de seus empreendimentos. Reportagem publicada ontem pelo Estado mostrou que a Odebrecht negocia 12 acordos de leniência com o Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade).

Segundo fontes com acesso às negociações, o conselho mantém conversas em todos os casos em que a Odebrecht relatou conluio entre empresas na delação premiada de executivos da construtora com o Ministério Público Federal. A Odebrecht relatou que ex-diretores da Dersa propuseram acordo de mercado entre grandes e médias empresas para dividir obras e licitações.

Em nota, a Dersa esclareceu que vem tomando conhecimento das denúncias pela imprensa. A empresa acrescentou que, em 2011, organizou seu Departamento de Auditoria Interna e instituiu um Código de Conduta Ética, com adesão obrigatória para funcionários e contratados. "A companhia reitera seu compromisso com a transparência e se mantém à disposição dos órgãos de controle para colaborar com o avanço das investigações", informa a nota. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.



Relacionados

Economia | 20-02-2019 18:35

Petrobras eleva em 1,23% preço médio da gasolina nas refinarias, para R$ 1,6538

Petrobras eleva em 1,23% preço médio da gasolina nas refinarias, para R$ 1,6538

Economia | 20-02-2019 16:55

Guedes: reforma é para reduzir desigualdades e eliminar privilégios

Guedes: reforma é para reduzir desigualdades e eliminar privilégios

Economia | 20-02-2019 16:35

Marca de R$ 1 trilhão de economia é importante para reforma, diz Guedes

Marca de R$ 1 trilhão de economia é importante para reforma, diz Guedes

Economia | 20-02-2019 15:50

Gilmar diz que dará mais 12 meses para Congresso votar sobre Lei Kandir

Gilmar diz que dará mais 12 meses para Congresso votar sobre Lei Kandir

PUBLICIDADE