Londrina
Cascavel
  • Londrina
  • Cascavel

Dólar reduz perdas após mínima em R$ 4,02 com DXY e acordo EUA-China no radar

30/12/19 às 11:00 - Escrito por Estadão Conteúdo

Após registrar mínima em R$ 4,0296 (-0,51%) pouco antes das 10h desta segunda-feira, 30, no menor valor intraday desde 6 de novembro último (a R$ 3,9766), o dólar ante o real desacelera a queda no mercado à vista, acompanhando o fortalecimento do índice DXY no exterior.

Mais cedo, o índice DXY , que compara o dólar em uma cesta de seis moedas fortes, reduziu a queda a apenas 0,04%, em 96,881 pontos. O ajuste coincidiu com a informação do jornal South China Morning Post de que o principal negociador da China, Liu He, visitará Washington para assinar o acordo comercial "fase 1" nesta semana, de acordo com fontes.

O vice primeiro-ministro Liu aceitou um convite dos EUA para liderar uma delegação, no próximo sábado, e deve permanecer "alguns dias" no país. Mais cedo, o DXY registrou mínima em 96,731 pontos - menor desde 12 de dezembro, que foi de 96,588 pontos.

"Houve pressão vinda do exterior, porque o dólar furou o R$ 4,03, mas logo voltou a oscilar acima desse valor", diz Guilherme Esquelbek, da Correparti. O fluxo cambial está muito fraco, afirma ele.

Às 10h39 desta segunda, o dólar futuro de fevereiro de 2020, mais líquido, caía 0,17%, a R$ 4,0415, ante mínima em R$ 4,0335 (-0,37%).

Nos primeiros negócios, o dólar já caiu em linha com o sinal do dólar futuro de fevereiro de 2020, que passa a ser o contrato mais negociado a partir desta segunda-feira. O ajuste de baixa também reproduziu o sinal predominante no exterior ante divisas rivais, pela terceira sessão seguida - e também moedas emergentes ligadas a commodities no exterior.

Como esta é a última sessão de negócios de 2019, há ainda a disputa técnica em torno da formação da última Ptax do ano. O BC ainda faz nesta segunda as habituais quatro coletas de taxas nas mesas de operação, nos horários cheios a partir das 10h até 13h.

Já nesta terça-feira, 31 de dezembro, por se tratar do último dia útil de 2019, não haverá consulta para apuração das taxas de câmbio para os boletins. O Banco Central deverá divulgar apenas os boletins de câmbio das 10h e das 11h, além do valor de fechamento da Ptax. Essas taxas serão as mesmas divulgadas no boletim de fechamento da Ptax do dia 30 de dezembro. Na quarta-feira (1º) os mercados locais ficam fechados assim como os bancos e a B3.

© Copyright 2022 Grupo Tarobá