Economia

Economia

Esperamos que em 2 semanas Rio apresente plano de recuperação, diz Meirelles


Esperamos que em 2 semanas Rio apresente plano de recuperação
Foto: Divulgação

O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, disse nesta sexta-feira, 14, que espera aprovar formalmente o plano de recuperação fiscal do Estado do Rio de Janeiro em duas semanas. "É claro que isso depende de o Rio apresentar o plano", ressaltou, em entrevista coletiva na sede da Fundação Getulio Vargas (FGV), onde participa de seminário sobre os desafios da economia.

Meirelles minimizou possível atraso na apresentação do plano por conta de problemas de saúde do governador Luiz Fernando Pezão (PMDB). O governador irá tirar uma semana de licença médica. "Continuamos trabalhando na recuperação do Rio", afirmou.

"Trabalhamos intensamente para que o Estado do Rio tenha um plano que de fato funcione", disse o ministro, complementando que "um dos problemas dos governos (União, Estados e municípios) é a queda da arrecadação, produto da recessão". Mas, segundo ele, a queda da arrecadação "vai melhorar com recuperação da economia, que se refletirá no Rio".

Ele destacou que o Rio deve ter um período de recuperação de três anos, que poderá ser estendido por mais três anos. Destacou ainda que o empréstimo pela União de R$ 3 bilhões a R$ 4 bilhões, ancorado na venda da Companhia Estadual de Águas e Esgotos (Cedae) como contrapartida, poderá ter a participação do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), ao lado do Banco do Brasil e, até mesmo, de bancos privados.

Meirelles esteve reunido com o prefeito do Rio, Marcelo Crivella (PRB), na hora do almoço, na capital fluminense. O encontro, disse ele, foi uma "abertura de conversa" para um auxílio técnico.


Selecione sua cidade

Cascavel | Londrina