Investimento estrangeiro direto na China recua pelo segundo mês seguido em maio

Estadão Conteúdo
Economia | Publicado em 15/06/2017 às 04:25

O investimento estrangeiro direto na China registrou queda pelo segundo mês consecutivo em maio, em uma mostra dos desafios que Pequim enfrenta para atrair negócios do exterior, segundo dados oficiais divulgados nesta quinta-feira. A China atraiu 54,67 bilhões de yuans (US$ 8,05 trilhões) em investimento estrangeiro direto no mês passado, informou o Ministério do Comércio, uma queda de 3,7% ante igual mês de 2016.

Em abril, a queda na comparação anual havia sido de 4,3%, em termos de yuans.

O investimento estrangeiro direto na China teve baixa de 0,7% entre janeiro e maio, na comparação com igual período do ano passado, para 341,08 bilhões de yuans.

O Ministério do Comércio não divulgou os números em dólares relativos a maio. Fonte: Dow Jones Newswires.



Relacionados

Economia | 20-02-2019 18:35

Petrobras eleva em 1,23% preço médio da gasolina nas refinarias, para R$ 1,6538

Petrobras eleva em 1,23% preço médio da gasolina nas refinarias, para R$ 1,6538

Economia | 20-02-2019 16:55

Guedes: reforma é para reduzir desigualdades e eliminar privilégios

Guedes: reforma é para reduzir desigualdades e eliminar privilégios

Economia | 20-02-2019 16:35

Marca de R$ 1 trilhão de economia é importante para reforma, diz Guedes

Marca de R$ 1 trilhão de economia é importante para reforma, diz Guedes

Economia | 20-02-2019 15:50

Gilmar diz que dará mais 12 meses para Congresso votar sobre Lei Kandir

Gilmar diz que dará mais 12 meses para Congresso votar sobre Lei Kandir

PUBLICIDADE