Ipea: consumo aparente de bens industriais no país cresce 3% em maio ante abril

Estadão Conteúdo
Economia | Publicado em 09/07/2020 às 11:45

A demanda por bens industriais no País aumentou em maio, segundo o Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea). O Indicador Ipea de Consumo Aparente de Bens Industriais cresceu 3% em relação a abril, após uma perda de 15,8% no mês anterior. Na comparação com maio do ano passado, houve recuo de 21,2. No acumulado do ano, a perda foi de 8,8%. No acumulado em 12 meses até maio, a queda foi de 3,6%.

O indicador mede a produção industrial doméstica, excluídas as exportações e somadas as importações. Na passagem de abril para maio, houve crescimento de 1,9% no consumo de bens industriais nacionais, enquanto a demanda por bens importados saltou 10,5%.

Quanto às grandes categorias econômicas, o consumo de bens de capital avançou 68,7% em maio ante abril, e a demanda por bens intermediários caiu 0,6%. O consumo de bens duráveis subiu 80,6%, e o de semiduráveis e não duráveis teve alta de 3,2%.

Entre os setores, houve melhora em 19 dos 22 segmentos, com destaque para veículos automotores (+56,1%) e outros equipamentos de transporte (+82,8%, impulsionado pela importação de plataformas de petróleo).



Relacionados

Economia | 07-08-2020 12:06

Inflação oficial fica em 0,36% em julho, diz IBGE

Inflação oficial fica em 0,36% em julho, diz IBGE

Economia | 06-08-2020 12:14

BB tem lucro líquido de R$ 3,2 bi no segundo trimestre, queda de 23,7%

BB tem lucro líquido de R$ 3,2 bi no segundo trimestre, queda de 23,7%

Economia | 06-08-2020 12:09

Pnad: desemprego chega a 13,3% no segundo trimestre

Pnad: desemprego chega a 13,3% no segundo trimestre

Economia | 06-08-2020 12:07

Pedidos de seguro-desemprego caem para 570,54 mil em julho

Pedidos de seguro-desemprego caem para 570,54 mil em julho