Maggi minimiza prisão de ex-superintendente em Goiás: 'não é mais da Agricultura'

Redação Tarobá News
Economia | Publicado em 31/05/2017 às 16:25

O ministro da Agricultura, Blairo Maggi, minimizou nesta quarta-feira, 31, a prisão do ex-superintendente Regional da Pasta em Goiás Francisco Carlos de Assis. "Ele não é mais funcionário do Ministério da Agricultura", disse a jornalistas após participar de painel no Fórum de Investimentos Brasil 2017, em São Paulo.

Assis foi preso nesta quarta-feira pela Polícia Federal (PF) durante a segunda fase da Operação Carne Fraca, denominada Antídoto. Ele foi flagrado em grampos da PF afirmando que "rasgou" papéis e apagou conversas em aplicativos de celular.

Na decisão em que deflagrou a operação, o juiz federal Marcos Josegrei da Silva, da 14.ª Vara Federal, ainda dá conta de que o ex-superintendente driblou conduções coercitivas e buscas e apreensões.

"Temos apoiado a ação da Polícia Federal, que vai ajudar o Ministério a tomar outro rumo", destacou Maggi.



Relacionados

Economia | 15-07-2019 12:50

Flávio Bolsonaro: Senado pode voltar a discutir inclusão de Estados na reforma

Flávio Bolsonaro: Senado pode voltar a discutir inclusão de Estados na reforma

Economia | 15-07-2019 11:05

Placar da Previdência já conta com 42 dos 49 votos para aprovação

Placar da Previdência já conta com 42 dos 49 votos para aprovação

Economia | 15-07-2019 10:50

Juros futuros oscilam em torno dos ajustes de sexta-feira

Juros futuros oscilam em torno dos ajustes de sexta-feira

Economia | 15-07-2019 10:00

IBC-Br registra primeira alta do governo Bolsonaro em maio

IBC-Br registra primeira alta do governo Bolsonaro em maio