Oposição apresenta 24 requerimentos para tentar adiar votação da Previdência

Estadão Conteúdo
Economia | Publicado em 17/04/2019 às 10:25

Foto: Valter Campanato/Agencia Brasil

A oposição apresentou 24 requerimentos de obstrução para tentar adiar a votação da reforma da Previdência na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara. A sessão estava agendada para começar às 10 horas desta quarta-feira, 17.

Há possibilidade, no entanto, de o presidente da comissão, Felipe Francischini (PSL-PR), derrubar os pedidos em bloco.

Deputados contrários à proposta do governo prometem apresentar novos requerimentos ao longo da sessão.

Tentando adiar a votação para a semana que vem, a oposição quer obstruir a sessão com requerimentos que pedem desde a retirada da proposta da CCJ até o a votação nominal da admissibilidade da reforma, o que leva mais tempo do que o modelo eletrônico.

Além disso, opositores tentarão inverter a ordem dos trabalhos e pedir a votação de itens separados do relatório, e não do parecer como um todo.



Relacionados

Economia | 19-04-2019 08:20

Rede social Pinterest estreia na bolsa com alta de 28%

Rede social Pinterest estreia na bolsa com alta de 28%

Economia | 18-04-2019 20:25

Bolsonaro anuncia novo cadastro do seguro-defeso contra fraude

Bolsonaro anuncia novo cadastro do seguro-defeso contra fraude

Economia | 18-04-2019 18:25

Ibovespa sobe 1,39% com melhora de percepção com Petrobras e Previdência

Ibovespa sobe 1,39% com melhora de percepção com Petrobras e Previdência

Economia | 18-04-2019 18:25

Grupos de caminhoneiros decidem por paralisação no dia 29, diz líder

Grupos de caminhoneiros decidem por paralisação no dia 29, diz líder

PUBLICIDADE