Reservas internacionais da China têm alta inesperada, a US$ 3,062 trilhões

Estadão Conteúdo
Economia | Publicado em 07/12/2018 às 07:20

As reservas internacionais da China tiveram um aumento inesperado em novembro, após recuarem por três meses consecutivos, segundo dados publicados hoje pelo Banco do Povo da China (PBoC, o BC chinês).

O volume de reservas mostrou acréscimo de US$ 8,6 bilhões em novembro em relação ao mês anterior, a US$ 3,062 trilhões. Em outubro, houve redução de US$ 33,93 bilhões nas reservas.

Economistas consultados pelo The Wall Street Journal haviam previsto declínio de US$ 8 bilhões para o mês passado.

Nos últimos meses, o PBoC ampliou esforços para dar sustentação à moeda doméstica, o yuan, e conter novas saídas de capital. Em novembro, o índice do dólar teve baixa marginal de 0,07% e o yuan se valorizou em 0,43% em relação à divisa americana, de acordo com o provedor de dados chinês Wind. Fonte: Dow Jones Newswires.



Relacionados

Economia | 30-11-2018 17:15

Juros longos fecham em queda, refletindo bom humor externo

Juros longos fecham em queda, refletindo bom humor externo

Economia | 30-11-2018 16:10

Vendas em supermercados crescem 1,58% em outubro

Vendas em supermercados crescem 1,58% em outubro

Economia | 30-11-2018 15:55

Aneel anuncia bandeira tarifária verde para consumo em dezembro

Aneel anuncia bandeira tarifária verde para consumo em dezembro

Economia | 30-11-2018 15:50

Bolsonaro, sobre Previdência: 'Não podemos salvar o Brasil matando idoso'

Bolsonaro, sobre Previdência: 'Não podemos salvar o Brasil matando idoso'