Londrina
Cascavel
  • Londrina
  • Cascavel

Tendência de alta do Ibovespa reduz perdas acumuladas no mês

30/08/19 às 11:10 - Escrito por Estadão Conteúdo

Com o mercado acionário no exterior dando amparo e, localmente, os investidores ainda embalados na esperança de que a economia dá sinais de vida refletindo na redução - mesmo que lenta - do desemprego, o Ibovespa segue trajetória de ganhos no pregão desta última sexta-feira de agosto. Se seguir em alta, é possível até anular perdas acumuladas no mês, de 1,26% até ontem.

De largada, o principal índice do mercado acionário brasileiro renovou sucessivas máximas e conseguiu se firmar nos nível dos 101 mil pontos. O movimento ocorreu em um ambiente de dólar enfraquecido frente ao real, que leva a moeda americana à cotação de R$ 4,14.

Às 10h53, o Ibovespa avançava 0,74%, aos 101.263,63 pontos.

A alta ocorre em sintonia com as bolsas de Nova York que tinham ganhos na abertura deste pregão em meio à manutenção das expectativas por uma melhora na guerra comercial sino-americana, desde que a China sinalizou que não pretende adotar novas medidas retaliatórias contra os EUA.

Por aqui, o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgou que a taxa de desemprego no Brasil recuou para 11,8% no trimestre encerrado em julho ante 12,5% na medição entre fevereiro e abril. No país, havia 12,569 milhões de pessoas em busca de emprego no trimestre encerrado em julho deste ano, uma melhora de 2,0% em relação ao mesmo período do ano anterior. No entanto, o IBGE também mostrou que Brasil tem recorde de 38,683 milhões de pessoas trabalhando na informalidade.

Localmente, ganha atenção, na parte da tarde, a apresentação do Projeto de Lei Orçamentária Anual (PLOA) de 2020. O ministro da Economia, Paulo Guedes, recebeu alertas de ministérios de que os recursos previstos para o ano que vem são insuficientes e podem comprometer ações e programas públicos.

Mais cedo, o Banco do Brasil (BB) comunicou que transferiu na última quarta-feira, dia 28, 20.785.200 ações ordinárias da instituição que pertenciam à União, para o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). O movimento faz parte dos planos do governo de alienar participação que excede ao controle acionário do BB. Naquela sessão, o papel ordinário do BB foi na direção contrária do de outras instituições bancárias e fechando com queda de 0,83%, a R$ 44,01.

Ajuda as ações da Vale e empresas correlatas a alta da preço do minério de ferro, que subiu 3,92%, para US$ 84,66, no porto chinês de Qingdao. No contraponto, as cotações dos contratos futuros de petróleo apontam quedas, sendo que o do tipo Brent recuava 0,30% e do WTI, 0,37%, às 10h53.

Além dos desdobramentos da crise na Argentina, que segue no radar depois que agência de classificação de risco S&P decidiu a rebaixar o rating soberano em moeda estrangeira de longo prazo do país de B- para SD (default seletivo) por conta do anúncio do governo argentino de que adiaria pagamentos de dívida de curto prazo ao Fundo Monetário Internacional (FMI).

© Copyright 2022 Grupo Tarobá