Um dos pivôs da queda de Cintra participa de reunião com Guedes

Estadão Conteúdo
Economia | Publicado em 12/09/2019 às 10:40

Um dia depois de demitir o secretário da Receita, Marcos Cintra, o ministro da Economia, Paulo Guedes, iniciou a quinta-feira, 12, com uma reunião com o secretário interino, José de Assis Ferraz Neto, e seus principais auxiliares. Ao chegar ao ministério, em Brasília, Guedes entrou pela garagem e evitou a imprensa, que o aguardava na porta.

Um dos pivôs da queda de Cintra, o secretário adjunto da Receita Federal, Marcelo de Sousa Silva, também participa da reunião com Guedes.

Silva fez uma apresentação com detalhes da proposta de reforma tributária na terça-feira na qual apresentou, entre outros pontos, a alíquota de 0,4% para a contribuição sobre movimentações financeiras que estava sendo analisada pela equipe.

A apresentação teve forte reação no Congresso e irritou o presidente Jair Bolsonaro e Guedes, que achou precipitada a antecipação dos detalhes. Acabou custando o emprego de Cintra.

Segundo fontes da equipe, Guedes não vai demitir Silva porque não mexe no segundo escalão - vai nomear um novo secretário da Receita, que ficará responsável por montar nova equipe.



Relacionados

Economia | 21-02-2020 13:16

Talvez no início de 2021 seja feito o leilão de Viracopos, diz ministro

Talvez no início de 2021 seja feito o leilão de Viracopos, diz ministro

Economia | 21-02-2020 12:30

Dívida externa bruta estimada é de US$ 323,906 bi no fim de janeiro, diz BC

Dívida externa bruta estimada é de US$ 323,906 bi no fim de janeiro, diz BC

Economia | 21-02-2020 12:30

Carrefour aprova pagamento de R$ 12 milhões em juros sobre capital

Carrefour aprova pagamento de R$ 12 milhões em juros sobre capital

Economia | 21-02-2020 12:00

CCR vence leilão da BR-101 no Sul com deságio de 62%

CCR vence leilão da BR-101 no Sul com deságio de 62%