Patronato oferta curso de informática avançada aos egressos do sistema prisional

Redação Tarobá News
Educação | Publicado em 17/09/2019 às 07:11

O Patronato Penitenciário de Cascavel, em parceria com o CEEP - Centro Estadual de Educação Profissional Pedro Boaretto Neto, deu início na tarde desta segunda-feira (16), às atividades da segunda edição do Curso de Informática - Módulo Avançado.

Ao todo, foram disponibilizadas 15 vagas. O curso ocorrerá durante os meses de setembro e outubro, contando com duas aulas semanais com duração de duas horas cada.

A certificação que será concedida aos participantes está a cargo da Universidade Estadual do Oeste do Paraná – Unioeste - parceira no desenvolvimento das atividades.

A continuidade do projeto visa desenvolver a inclusão digital ajudando os egressos do sistema penitenciário e monitorados do Escritório Social a serem reinseridos na sociedade, por meio da qualificação profissional.

"É de grande importância que os egressos aprimorem suas habilidades, a fim de que possam executar funções específicas que são demandadas pelo mercado de trabalho", explica o pedagogo do Patronato de Cascavel, Marcio Issler.

Para o diretor do Patronato Penitenciário de Cascavel, Rubens Cabrera, um dos papéis desempenhados pelo Patronato é facilitar a inclusão do egresso no mercado de trabalho."Embora isso ocorra, por meio de várias ações que desenvolvemos, é de suma importância a qualificação dessa mão de obra. Tendo em vista essa qualificação é que enaltecemos o trabalho de nosso setor de pedagogia em qualificar esse egresso, beneficiando não somente a ampliação do conhecimento, como também melhores salários", destaca o diretor.

"Fala-se muito em ressocialização, mas poucos tem a coragem de exercer este papel tão importante. O estado do Paraná é exemplo em tratamento penal e reinserção social. O trabalho modificará de forma significante a vida dessas pessoas, que em algum momento se perderam, mas que hoje buscam a sua reconciliação com a sociedade", enfatiza o coordenador regional do Depen, em Cascavel, Thiago Correia.


Projetos

O Patronato Penitenciário de Cascavel realiza uma série de projetos visando a reinserção do egresso na sociedade e a diminuição da reincidência criminal.

São ofertados encontros diretamente acompanhados por uma equipe multidisciplinar composta por profissionais das áreas de direito, serviço social, psicologia e pedagogia. As ações ocorrem de forma padronizada e uniformizada, e são destinada a todos os assistidos pelo Patronato.

Os projetos desenvolvidos tratam de temas variados entre esses estão: reintegração social e promoção de saúde dos assistidos egressos do sistema prisional envolvidos com delitos relacionados à lei de drogas;  conscientização sobre as implicações do consumo de álcool e capacitação continuada para os egressos, que possibilite a reflexão acerca do delito cometido, visando mudança comportamental, conscientização e internalização de nova conduta.



Relacionados

Londrina | 18-02-2020 15:38

Prefeitura vai introduzir peixe na merenda escolar de Londrina

Prefeitura vai introduzir peixe na merenda escolar de Londrina

Cascavel | 18-02-2020 15:22

Unopar: há 48 anos preparando os profissionais para o futuro

Unopar: há 48 anos preparando os profissionais para o futuro

Londrina | 18-02-2020 14:41

Professores de creche filantrópica entram em greve no distrito de Paiquerê

Professores de creche filantrópica entram em greve no distrito de Paiquerê

Cascavel | 18-02-2020 14:15

Obras do Cmei Terra Nova entram na reta final

Obras do Cmei Terra Nova entram na reta final