Londrina
Cascavel

TV Tarobá

Tarobá FM

  • Londrina
  • Cascavel

Região de Londrina tem 14 escolas selecionadas para adotar modelo cívico-militar; veja a lista

26/10/20 às 15:27 - Escrito por Redação Tarobá News

O governador Carlos Massa Ratinho Junior (PSD) anunciou nesta segunda-feira (26), no Palácio Iguaçu, que o programa de colégios cívico-militares será implementado em 215 colégios estaduais de 117 municípios de todas as regiões do Estado a partir de 2021.

O investimento direcionado a cerca de 129 mil alunos será de cerca de R$ 80 milhões. É o maior projeto do País nessa área.

Os pais, responsáveis ou alunos com mais de 18 anos devem participar de uma consulta pública para opinar sobre a implementação do modelo.

Na região de Londrina, 14 escolas foram selecionadas para funcionar na nova modalidade:

- E.E. Fernando de Barros Pinto - Londrina;

- E.E. Josemaría Escrivá - Londrina;

- C. E. Profa. Maria Helena Davatz - Londrina;

- C. E. Tsuru Oguido - Londrina;

- C.E. Vista Bela - Londrina;

- C.E. Presidente Vargas - Bela Vista do Paraíso;

- E.E. Monteiro Lobato - Sertanópolis;

- E.E. Ulisses Guimarães- Ibiporã;

- E.E. Basílio de Lucca - Ibiporã;

- C.E. Prof. Francisco Villanueva - Rolândia;

- C.E. Presidente Kennedy - Rolândia;

- C.E. 11 de Outubro - Cambé;

- C.E. Érico Veríssimo - Cambé;

- C.E. Antonio Raminelli - Cambé.

Os interessados em opinar na consulta pública precisam procurar as escolas até a próxima quarta-feira (26) das 8h às 20h para votar a favor ou não.

Clique aqui para conferir a lista de todas as escolas paranaenses indicadas para o modelo cívico-militar.

Gestão compartilhada

A nova modalidade de ensino funcionará com gestão compartilhada entre militares e civis em escolas do 6º ao 9º ano do Ensino Fundamental e no Ensino Médio. 

As aulas continuarão sendo ministradas por professores da rede estadual, enquanto os militares serão responsáveis pela infraestrutura, patrimônio, finanças, segurança, disciplina e atividades cívico-militares. 

Haverá um diretor-geral e um diretor-auxiliar civis, além de um diretor cívico-militar e de dois a quatro monitores militares, conforme o tamanho da escola.

Com AEN

© Copyright 2022 Grupo Tarobá