Linha 4

Publicidade

UEL: Aulas do 2º semestre de 2020 voltam nesta segunda-feira

Redação Tarobá News

Agência UEL

Os estudantes de graduação da UEL retomam as atividades a partir da próxima segunda-feira (18) depois de 30 dias de recesso acadêmico. Esse será o 2º semestre de 2020,  cumprindo então à risca o cronograma estabelecido pelo Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão (CEPE). Ainda por conta da evolução dos casos da Covid-19 em Londrina e em todo o território nacional, os alunos deverão cumprir o calendário de forma remota e emergencial.

Segundo a pró-reitora de Graduação, professora Marta Favaro, a partir de segunda-feira terá início oficialmente o 2º semestre de 2020, que deverá ser concluído em 25 de junho. Conforme decisão do CEPE, o ano letivo 2020 terá 276 dias e não 200, conforme estão previstos nos calendários regulares. O objetivo foi conceder um prazo ampliado para que Colegiados, Departamentos e Centros pudessem se adequar ao trabalho remoto, possibilitando acesso para 100% dos estudantes.

A UEL tem hoje cerca de 13,5 mil estudantes de graduação matriculados de 53 cursos das áreas de exatas, biológicas e humanas. De acordo com a professora, nem todos os estudantes retomam as atividades na próxima semana. Os cursos tem autonomia para elaborar os Planos Especiais de Matriz Curriculares. Em algumas graduações as aulas estão previstas para serem retomadas a partir do próximo dia 1º de fevereiro.

A Câmara de Graduação da UEL deverá se reunir ainda em fevereiro para discutir a proposta de colocar em prática a chamada fase-2 das atividades acadêmicas da graduação, aprovada quando foi restabelecido o calendário. De acordo com o planejamento, o retorno se dará em três fases. Numa primeira etapa as atividades serão predominantemente não presenciais para todos os cursos e séries.

A fase dois prevê uma retomada gradual e escalonada com atividades presenciais, associadas às não presenciais. A terceira e última fase prevê o retorno ampliado das atividades presenciais. De acordo com a Pró-reitora, as Coordenações dos Cursos já estudam formatos e possibilidades para a fase-2 que depende ainda de orientação e aval da Comissão Interna para acompanhamento da COVID-19 da UEL.

Ensino remoto – Estudantes que necessitarem de apoio material para o desenvolvimento das atividades remotas podem entrar em contato com as Coordenações dos Cursos de Graduação ou com o Programa de Apoio à Permanência (Prope), diretamente na página da Prograd. Ainda segundo a professora Marta, a Universidade dispõe de tablets e de chips para serem emprestados por meio de comodato. O objetivo é garantir que todos os alunos tenham acesso às aulas nesta fase inicial, possibilitando a continuidade das aulas com segurança em meio à pandemia do novo Coronavírus.

(Agência UEL)

COMENTÁRIOS

Publicidade

Publicidade