Londrina
Cascavel
  • Londrina
  • Cascavel

Seis gols: Camarões e Servia empatam pelo grupo do Brasil

28/11/22 às 10:19 - Escrito por BAND

O duelo entre Camarões e Sérvia começou emocionante muito antes do apito inicial. Na manhã de hoje, o goleiro titular de Camarões,  André Onana,  foi afastado da Seleção Africana após discussão com o técnico Song. 


Durante os 90 minutos não faltou emoção. Teve gol anulado pelo VAR, viradas eletrizantes e um bom jogo para fechar os dias de futebol às 7h (horário de Brasília).


O JOGO


Os sérvios começaram o jogo com mais poder ofensivo. Com menos de 20 minutos de bola rolando, Mitrovic já havia perdido duas grandes chances de abrir o marcador. Mas os africanos não queria ficar para trás e começaram a reagir na sequência, com um forte chute de Kunde que parou nos braços do goleiro sérvio. 


Aos 28 minutos saiu o primeiro gol da partida. Em cobrança de escanteio de Kunde, N’Koulou desviou de cabeça, e Castelletto apareceu na segunda trave e empurrou para o gol. 

A Sérvia sentiu o gol e ficou alguns minutos sem poder de reação. Não durou muito o apagão e dificultaram a saída de bola de Camarõe, que até tiveram outra chance aos 42 minutos, mas o chute de Kunde foi para fora.


Três minutos depois, Pavlovic aproveitou cruzamento de Tadic e empatou a partida. Na sequência, Sergej Milinkovic-Savic desarmou o adversário, tabelou e bateu no canto. Os sérvios foram para o intervalo com vantagem no marcador.


Na volta para a etapa complementar os camaroneses se lançaram ao ataque e cederam muitos espaços aos sérvios. Não demorou muito para que os europeus marcassem o terceiro gol deles na partida. A jogada começou com um erro de saída de bola de Camarões e uma linda tabela entre os europeus. Mitrovic recebeu livre na área e marcou o primeiro dele na Copa do Mundo. 


A partida já estava encaminhada para uma vitória dos sérvios, porém, a seleção africana ainda queria jogo e se lançava ao ataque, aproveitando a recomposição lenta da zaga sérvia. 


Aos 18, Aboubakar recebeu uma bola longa, correu, deu um corte no marcador e encobriu o goleiro com uma cavadinha. Uma pintura que precisou da confirmação do VAR, após bandeira marcar o impedimento. 


Na sequência, Aboubakar recebe outra bola longa pela direita. O camisa 10 carregou a redonda até a pequena área, encontra Choupo-Moting livre de marcação e o atacante do Bayern de Munique só tem o trabalho de dar um leve toque para marcar o gol de empate para definir o placar.


As duas seleções ainda não venceram na Copa do Mundo e possuem apenas um ponto. O empate foi favorável ao Brasil, que se vencer a Suíça, irá a seis pontos e já estará classificado para às oitavas de final. 

© Copyright 2022 Grupo Tarobá