Advogado de Trump diz que não havia ilegalidade no encontro com russo

Estadão Conteúdo
Mundo | Publicado em 16/07/2017 às 15:00

Foto: Christopher Gordon U.S Navy

O advogado do presidente Donald Trump disse que não havia nada ilegal no encontro entre o filho mais velho de Trump e um advogado russo, durante a campanha presidencial do ano passado.

O desejo de Donald Trump Jr. de se encontrar com o advogado na expectativa de receber informações sobre a candidata democrata Hillary Clinton levantou novas dúvidas sobre uma possível combinação entre a campanha de Trump e a Rússia.

O advogado do presidente, Jay Sekulow, defendeu Trump e seu filho, em uma série de aparições neste domingo, em cinco redes de televisão. Ele disse repetidamente que nada na reunião violou a lei.

Além de Trump Jr., outros que participaram da reunião de junho de 2016 foram o genro do Trump, Jared Kushner e Paul Manafort, que desempenharam papéis importantes na campanha. Fonte: Associated Press.



Relacionados

Mundo | 23-09-2018 23:36

Trump quer dificultar permanência de imigrantes legais que acessam benefícios

Trump quer dificultar permanência de imigrantes legais que acessam benefícios

Mundo | 23-09-2018 19:30

WPP estuda fusão entre Young & Rubicam e VML, dizem fontes

WPP estuda fusão entre Young & Rubicam e VML, dizem fontes

Mundo | 23-09-2018 17:50

Vaticano assina acordo histórico com a China para nomeação de bispos

Vaticano assina acordo histórico com a China para nomeação de bispos

Mundo | 22-09-2018 11:05

Vaticano assina acordo provisório com a China sobre indicação de bispos

Vaticano assina acordo provisório com a China sobre indicação de bispos

PUBLICIDADE