Austrália suspende tratado de extradição com Hong Kong

Estadão Conteúdo
Mundo | Publicado em 09/07/2020 às 09:25

A Austrália decidiu suspender seu tratado de extradição com Hong Kong e ofereceu aos cidadãos do território que morem no país a possibilidade de ficarem definitivamente, em resposta à decisão da China de impor nova legislação de segurança nacional sobre Hong Kong. O movimento provavelmente irá inflamar ainda mais as tensões com Pequim, que considerou o anúncio como uma violação de tratados de não intervenção.

O primeiro-ministro australiano, Scott Morrison, disse na quinta-feira (9) que a lei de segurança nacional constitui "uma mudança fundamental das circunstâncias em relação ao acordo de extradição com Hong Kong" e que a Austrália notificou formalmente as autoridades de Hong Kong e da China da decisão. Ele também afirmou que cerca de 10 mil residentes de Hong Kong na Austrália com visto de estudante ou trabalho temporário teriam a chance de prorrogá-los por cinco anos, com caminho para a residência permanente no final desse período.

Na semana passada, o Canadá também suspendeu seu tratado de extradição com Hong Kong, enquanto o Reino Unido ofereceu um caminho para a cidadania para até três milhões de habitantes de Hong Kong. A Nova Zelândia disse quinta-feira que está revendo seu relacionamento com a cidade, incluindo acordos de extradição, controles sobre exportações de bens estratégicos e conselhos de viagem.

"Existe claramente uma coordenação estreita entre os países do Five Eyes", disse Michael Shoebridge, ex-principal oficial de inteligência de defesa da Austrália, referindo-se a uma rede de compartilhamento de inteligência entre a Austrália, Canadá, Nova Zelândia, Reino Unido e EUA. Fonte: Dow Jones Newswires.



Relacionados

Mundo | 07-08-2020 15:59

Mulher morre após ser atingida por homem que se jogou de prédio

Mulher morre após ser atingida por homem que se jogou de prédio

Mundo | 06-08-2020 10:30

Brasileiros denunciam tortura e roubo por marinheiros paraguaios

Brasileiros denunciam tortura e roubo por marinheiros paraguaios

Mundo | 06-08-2020 08:23

Banco Mundial diz que está pronto para ajudar na recuperação do Líbano

Banco Mundial diz que está pronto para ajudar na recuperação do Líbano

Mundo | 05-08-2020 21:36

“O prédio tremeu, o chão subiu”, diz brasileira no Líbano

“O prédio tremeu, o chão subiu”, diz brasileira no Líbano