Coreia do Norte e China dominam agenda de secretário de Defesa dos EUA na Ásia

Redação Tarobá News
Mundo | Publicado em 02/06/2017 às 19:00

O secretário de Defesa dos Estados Unidos, Jim Mattis, chegou a Cingapura nesta sexta-feira, com a intenção de reafirmar o compromisso americano com a região da Ásia/Pacífico. A viagem ocorre em momento de desafios para o governo do presidente Donald Trump na região, com os desafios da Coreia do Norte e a determinação da China em controlar o Mar do Sul da China, reivindicado também por outras nações da região.

A chegada de Mattis em Cingapura ocorre no momento em que a Marinha americana conduz um exercício de três dias no Mar do Japão com dois porta-aviões, o USS Carl Vinson e o USS Ronald Reagan, uma rara mostra de força não vista há mais de duas décadas. Os EUA buscam enviar uma mensagem a Pyongyang para conter seu cada vez mais agressivo programa de mísseis balísticos.

Mattis participa do Diálogo Shangri-lá, uma importante conferência de segurança regional patrocinada pelo Instituto para Estudos Estratégicos Internacionais. Nos últimos anos, a reivindicação de Pequim pelo Mar do Sul da China domina as discussões.

Às vésperas do evento, os lançamentos de mísseis da Coreia do Norte e o programa nuclear do país tornaram urgente os desafios de segurança impostos pelo líder norte-coreano, Kim Jong-Un.

Mattis se reunirá com vários ministros de Defesa, entre eles os de Austrália, Malásia e Coreia do Sul. Ele viaja nesta semana também para a Austrália, onde se unirá ao secretário de Estado, Rex Tillerson. Fonte: Dow Jones Newswires.



Relacionados

Mundo | 06-10-2018 11:55

Governo da Indonésia considera transformar áreas devastadas em valas comuns

Governo da Indonésia considera transformar áreas devastadas em valas comuns

Mundo | 06-10-2018 11:20

Nos EUA, criança de 2 anos põe mais de US$ 1.000 em triturador de papel

Nos EUA, criança de 2 anos põe mais de US$ 1.000 em triturador de papel

Mundo | 05-10-2018 16:25

Chefe da Interpol teria sido levado à China pelo Partido Comunista, diz jornal

Chefe da Interpol teria sido levado à China pelo Partido Comunista, diz jornal

Mundo | 05-10-2018 16:10

Nas Filipinas, porta-voz pede a Duterte que revele seu estado de saúde

Nas Filipinas, porta-voz pede a Duterte que revele seu estado de saúde