França divulga que Rússia não participou de ciberataque à campanha de Macron

Redação Tarobá News
Mundo | Publicado em 01/06/2017 às 13:40

O chefe da agência de cibersegurança da França, Guillaume Poupard, que investigou vazamento de dados da campanha eleitoral do presidente do país, Emmanuel Macron, divulgou hoje que não foram encontradas evidências de envolvimento da Rússia no ataque cibernético.

Em entrevista, Poupard afirmou que o ataque à campanha de Mácron "foi tão genérico e simples que o responsável pode ter sido qualquer um".

Os especialistas da agência de cibersegurança francesa começaram a trabalhar imediatamente após documentos roubados da campanha de Macron terem sido divulgados online nas últimas horas da votação para a presidência, em 5 de maio.

Poupard disse que a simplicidade do ataque "significa que podemos imaginar que foi uma pessoa que fez tudo sozinha. Ela poderia ser de qualquer país." Fonte: Associated Press.



Relacionados

Mundo | 16-02-2019 17:15

Líder do Hezbollah critica Trump sobre combate contra Estado Islâmico na Síria

Líder do Hezbollah critica Trump sobre combate contra Estado Islâmico na Síria

Mundo | 16-02-2019 16:45

EUA enviam à Colômbia ajuda humanitária destinada à Venezuela

EUA enviam à Colômbia ajuda humanitária destinada à Venezuela

Mundo | 16-02-2019 15:30

Vaticano expulsa ex-cardeal Theodore McCarrick, acusado de abusos sexuais

Vaticano expulsa ex-cardeal Theodore McCarrick, acusado de abusos sexuais

Mundo | 16-02-2019 13:15

EUA cobram que UE reconheça Guaidó como presidente da Venezuela

EUA cobram que UE reconheça Guaidó como presidente da Venezuela

PUBLICIDADE