França tem mais vítimas fatais que China; NY supera Hubei em número de casos

Estadão Conteúdo
Mundo | Publicado em 31/03/2020 às 18:35

A França tornou-se nesta terça-feira, 31, mais um país a superar a China em número de mortes em decorrência da covid-19. Segundo o governo francês, o país registrou 499 mortes em 24 horas e chegou a 3.523 óbitos. Segundo a Universidade Johns Hopkins, 3.309 pessoas já morreram na China por causa da doença causada pelo novo coronavírus. O crescimento de casos na França também foi recorde hoje: mais 7.578, com 52.128 infectados no total.

Os dados da plataforma desenvolvida pela universidade americana informam ainda que os Estados Unidos também superaram a China em óbitos (seriam 3.606 mortes), mas os dados divulgados hoje pelo Centro de Prevenção e Controle de Doenças (CDC, na sigla em inglês) informam que 2.860 pessoas morreram nos EUA.

Ainda nos EUA, o Estado de Nova York superou a província chinesa de Hubei como região com maior número de casos de infecções pelo coronavírus no mundo. Enquanto Hubei tem hoje 67.801 casos, o Estado americano já confirmou 75.795, de acordo com o governador Andrew Cuomo. De ontem, 30, para hoje, Nova York confirmou 9.298 novas pessoas infectadas, sendo uma delas o irmão do governador e âncora da CNN americana, Christopher Cuomo.

Na Itália, outras 831 pessoas morreram por causa da covid-19. O número elevou para 12.428 o total de mortos no país. O número de infectados subiu em 4.053 nas últimas 24 horas, com um total de 105.792 infectados desde o início do surto. As informações são da Defesa Civil italiana.

O Ministério da Saúde da Espanha atualizou o número de mortos no país para 8.189, um crescimento de 849 vítimas fatais em relação ao que foi divulgado ontem. Os infectados são 94.417.

No Reino Unido, 1.789 pessoas morreram de covid-19, informou hoje o governo local. No país, os casos confirmados chegaram a 25.150.



Relacionados

Mundo | 29-05-2020 19:45

EUA confirmam mais 1.265 mortes por covid-19

EUA confirmam mais 1.265 mortes por covid-19

Mundo | 29-05-2020 12:55

CEO do Twitter foi informado antes de decisão de sinalizar tuíte de Trump

CEO do Twitter foi informado antes de decisão de sinalizar tuíte de Trump

Mundo | 29-05-2020 09:55

Pompeo: Trump fará muitos anúncios sobre a China, mas não posso adiantar nada

Pompeo: Trump fará muitos anúncios sobre a China, mas não posso adiantar nada

Mundo | 29-05-2020 09:45

Trump volta a criticar Twitter e pede revogação de imunidade a redes sociais

Trump volta a criticar Twitter e pede revogação de imunidade a redes sociais