Guerra ao terror matou 500 mil, segundo estudo

Estadão Conteúdo
Mundo | Publicado em 09/11/2018 às 07:05

Cerca de meio milhão de pessoas morreram violentamente no Iraque, Afeganistão e Paquistão em razão da "guerra ao terrorismo" lançada pelos EUA após os ataques de 11 de setembro de 2001, revelou um estudo publicado na quinta-feira, 8.

O relatório do Instituto Watson de Assuntos Internacionais e Públicos, da Universidade de Brown, avalia o número de mortos entre 480 mil e 507 mil, mas estima que a quantidade pode ser maior atualmente.

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.



Relacionados

Mundo | 23-04-2019 17:00

Arábia Saudita executa 37 pessoas acusadas de terrorismo

Arábia Saudita executa 37 pessoas acusadas de terrorismo

Mundo | 23-04-2019 10:10

Trump vai ao Reino Unido e à França em junho para encontro com May e Macron

Trump vai ao Reino Unido e à França em junho para encontro com May e Macron

Colombo | 23-04-2019 10:10

Sri Lanka limita direitos individuais e atribui ataque a grupo radical islâmico

Sri Lanka limita direitos individuais e atribui ataque a grupo radical islâmico

Mundo | 23-04-2019 08:00

Terremoto nas Filipinas deixa ao menos 16 mortos

Terremoto nas Filipinas deixa ao menos 16 mortos

PUBLICIDADE