Homem pede à Justiça para ficar 20 anos mais novo para se dar melhor no Tinder

Redação Tarobá News
Mundo | Publicado em 10/11/2018 às 20:14

Foto: Roland Heitink/AFP/ANP

Um holandês de 69 anos iniciou uma batalha jurídica para tentar melhorar sua vida amorosa. Emile Ratelband, um instrutor motivacional, entrou na Justiça para mudar sua data de nascimento do dia 11 de março de 1949 para 11 de março de 1969.

Ou seja, Ratelband quer ficar 20 anos mais novo. “Nós vivemos em uma época em que é possível mudar de gênero e de nome. Por que não posso mudar minha idade?”, disse.

O caso deve ser julgado por um tribunal da cidade de Arnhem dentro de quatro semanas.

No entanto, segundo a imprensa local, funcionários do tribunal estão céticos com relação ao pedido, pois dizem que não há nenhum mecanismo legal para mudar a própria data de nascimento.

Um dos juízes quis saber como Ratelband justificaria os 20 anos que seriam apagados de sua história: “O que seus pais estariam fazendo na época que você era um garotinho? Quem era esse menininho?”, disse.

Ratelband diz que se sente discriminado por sua idade. Segundo ele, ter 69 anos prejudica as chances de conseguir emprego e de ter sucesso no aplicativo de relacionamentos Tinder.

“Quando fiz 69 anos, fiquei limitado. Se eu tivesse 49, poderia comprar uma casa nova, dirigir um carro diferente. Poderia trabalhar mais”, diz.

“Quando estou no Tinder e digo que tenho 69 anos, ninguém me responde. Quando eu tiver 49, com o rosto que tenho, ficarei em uma boa posição”, diz.

“Meu médico disse que tenho corpo de um homem de 45 anos”, disse Ratelband, citando exames que comprovariam a idade menor. Ele se descreve como um “jovem deus”.

No Facebook, Ratelband contou que tomou a decisão de entrar na Justiça quando se olhou no espelho um dia. Ele não tem medo de envelhecer, disse, mas queria aproveitar a vida o máximo de tempo possível.

Fonte: Banda B



Relacionados

Mundo | 23-04-2019 17:00

Arábia Saudita executa 37 pessoas acusadas de terrorismo

Arábia Saudita executa 37 pessoas acusadas de terrorismo

Mundo | 23-04-2019 10:10

Trump vai ao Reino Unido e à França em junho para encontro com May e Macron

Trump vai ao Reino Unido e à França em junho para encontro com May e Macron

Colombo | 23-04-2019 10:10

Sri Lanka limita direitos individuais e atribui ataque a grupo radical islâmico

Sri Lanka limita direitos individuais e atribui ataque a grupo radical islâmico

Mundo | 23-04-2019 08:00

Terremoto nas Filipinas deixa ao menos 16 mortos

Terremoto nas Filipinas deixa ao menos 16 mortos

PUBLICIDADE