Líderes mundiais reafirmam compromisso com Acordo do Clima de Paris

Redação Tarobá News
Mundo | Publicado em 01/06/2017 às 15:05

Líderes mundiais reagiram à expectativa de que o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, possa retirar o país do Acordo do Clima de Paris reafirmando o compromisso com a redução do efeito estufa no mundo.

Em coletiva de imprensa ao lado da chanceler da Alemanha, Angela Merkel, o primeiro-ministro da China, Li Keqiang, disse que o país vai permanecer no Acordo do Clima de Paris. "A China é um grande país e nós temos consciência da nossa responsabilidade internacional", afirmou Li.

Merkel, que no passado já recebeu a alcunha de "chanceler do clima", parabenizou o compromisso chinês e afirmou que seu país também "continuará a cumprir com as obrigações com o Acordo de Paris".

Outros líderes europeus fizeram apelos mais explícitos ao governo norte-americano. "Por vaor, não mude o clima (político) para pior", escreveu em seu perfil no Twitter o presidente do Conselho Europeu, Donald Tusk.

Boris Johnson, o secretário de Relações Exteriores do Reino Unido, afirmou que o país ainda deseja que os EUA liderem a luta contra as mudanças climáticas e fez um apelo para que, individualmente, os Estados norte-americanos continuem fazendo progressos nesse sentido.

"Vamos continuar a pressionar a Casa Branca a mostrar a liderança que eles tiveram no passado na redução dos níveis de gás carbônico", afirmou.

Durante sua viagem na Europa esta semana, o primeiro-ministro Narendra Modi tanbén reiterou o compromisso da Índia em lutar contra as mudanças climáticas e afirmou que seria "um crime" relegar o problema ambiental para as próximas gerações.

Em coletiva de imprensa nesta quinta-feira, o porta-voz do presidente da Rússia, Dmitry Peskov, também defendeu o acordo, notando que o Kremlin "não vê alternativa" para ele. Além disso, acrescentou, a implementação das medidas não será tão efetiva "sem seus principais signatários".

No final da noite de ontem, o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, informou no Twitter que anunciará sua decisão sobre o Acordo do Clima de Paris nesta quinta-feira, às 16h (de Brasília). Fonte: Associated Press.



Relacionados

Mundo | 15-07-2018 10:35

Alemanha vai receber 50 dos 450 imigrantes resgatados de pesqueiro pela Itália

Alemanha vai receber 50 dos 450 imigrantes resgatados de pesqueiro pela Itália

Mundo | 14-07-2018 18:35

Encontro entre Trump e Putin vai colocar América em um lugar melhor, diz Pompeo

Encontro entre Trump e Putin vai colocar América em um lugar melhor, diz Pompeo

Mundo | 14-07-2018 18:25

O preço da gasolina derrubou o primeiro-ministro do Haiti

O preço da gasolina derrubou o primeiro-ministro do Haiti

Mundo | 14-07-2018 16:25

Cuba deve ter premiê e mais direitos à propriedade privada

Cuba deve ter premiê e mais direitos à propriedade privada

PUBLICIDADE