Netanyahu critica decisão de Trump de manter embaixada em Tel-Aviv

Estadão Conteúdo
Mundo | Publicado em 01/06/2017 às 16:00

O primeiro ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, criticou a decisão do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, de manter a embaixada americana em Tel-Aviv.

Em nota divulgada pelo seu gabinete, Netanyahu afirma que "manter embaixadas fora da capital afasta a chance de paz ao ajudar a manter viva a fantasia palestina de que os judeus e o Estado judeu não têm conexão com Jerusalém".

Apesar da divergência, o primeiro ministro afirmou que estima a amizade com Trump e o compromisso do presidente americano em mudar a embaixada para Jerusalém no futuro.

Durante a campanha presidencial do ano passado, Trump afirmou que faria a transferência da embaixada e passaria a reconhecer Jerusalém como capital israelense.

Israel anexou Jerusalém oriental em 1967. Palestinos e israelenses reivindicam a cidade como capital. Fonte: Associated Press



Relacionados

Mundo | 21-09-2018 12:10

Três bebês e dois adultos são esfaqueados em creche de Nova York

Três bebês e dois adultos são esfaqueados em creche de Nova York

Mundo | 21-09-2018 11:00

Ao menos 100 morreram após naufrágio de balsa na Tanzânia

Ao menos 100 morreram após naufrágio de balsa na Tanzânia

Mundo | 21-09-2018 10:10

Temendo intervenção, Maduro evita termo 'crise humanitária'

Temendo intervenção, Maduro evita termo 'crise humanitária'

Mundo | 21-09-2018 09:55

Nos EUA, procurador interroga ex-advogado de Trump

Nos EUA, procurador interroga ex-advogado de Trump