Netanyahu critica decisão de Trump de manter embaixada em Tel-Aviv

Estadão Conteúdo
Mundo | Publicado em 01/06/2017 às 16:00

O primeiro ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, criticou a decisão do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, de manter a embaixada americana em Tel-Aviv.

Em nota divulgada pelo seu gabinete, Netanyahu afirma que "manter embaixadas fora da capital afasta a chance de paz ao ajudar a manter viva a fantasia palestina de que os judeus e o Estado judeu não têm conexão com Jerusalém".

Apesar da divergência, o primeiro ministro afirmou que estima a amizade com Trump e o compromisso do presidente americano em mudar a embaixada para Jerusalém no futuro.

Durante a campanha presidencial do ano passado, Trump afirmou que faria a transferência da embaixada e passaria a reconhecer Jerusalém como capital israelense.

Israel anexou Jerusalém oriental em 1967. Palestinos e israelenses reivindicam a cidade como capital. Fonte: Associated Press



Relacionados

Mundo | 22-07-2018 20:50

Xi Jinping visita Ruanda em segunda parada de viagem à África

Xi Jinping visita Ruanda em segunda parada de viagem à África

Mundo | 22-07-2018 20:35

Assessor de segurança de Macron é acusado formalmente após má conduta em protesto

Assessor de segurança de Macron é acusado formalmente após má conduta em protesto

Mundo | 22-07-2018 18:50

EUA: aprovação de Trump sobe a 45%, diz pesquisa de Wall Street Journal/NBC News

EUA: aprovação de Trump sobe a 45%, diz pesquisa de Wall Street Journal/NBC News

Mundo | 22-07-2018 15:55

Afeganistão: homem-bomba mata 14 pessoas; vice-presidente sai ileso

Afeganistão: homem-bomba mata 14 pessoas; vice-presidente sai ileso