Procurador-geral dos EUA anuncia revisão de relações com a imprensa

Estadão Conteúdo
Mundo | Publicado em 04/08/2017 às 13:00

Foto: divulgação

O procurador-geral dos Estados Unidos, Jeff Sessions, anunciou que o Departamento de Justiça (DoJ, na sigla em inglês) começará a revisar suas políticas de relação com a imprensa, após a divulgação de que o conselheiro especial Robert Mueller, que comanda a investigação independente sobre a suposta interferência russa nas eleições americanas, estaria convocando um grande júri.

O anúncio de Sessions ocorre uma semana depois das fortes críticas públicas feitas pelo presidente Donald Trump contra o procurador-geral. Segundo Sessions, os vazamentos podem comprometer a segurança nacional.

"Nós respeitamos o importante papel que a imprensa desempenha e continuaremos a respeitar. Mas isso não é ilimitado", afirmou o procurador-geral. "Os vazamentos não podem colocar a vida em risco com impunidade. Devemos equilibrar o papel da imprensa com a proteção da segurança nacional e da vida daqueles que servem na comunidade de inteligência, as Forças Armadas e todos os americanos que cumprem a lei", afirmou.



Relacionados

Mundo | 21-09-2018 18:07

Álcool matou mais de 3 milhões de pessoas no mundo em 2016, aponta OMS

Álcool matou mais de 3 milhões de pessoas no mundo em 2016, aponta OMS

Mundo | 21-09-2018 12:10

Três bebês e dois adultos são esfaqueados em creche de Nova York

Três bebês e dois adultos são esfaqueados em creche de Nova York

Mundo | 21-09-2018 11:00

Ao menos 100 morreram após naufrágio de balsa na Tanzânia

Ao menos 100 morreram após naufrágio de balsa na Tanzânia

Mundo | 21-09-2018 10:10

Temendo intervenção, Maduro evita termo 'crise humanitária'

Temendo intervenção, Maduro evita termo 'crise humanitária'