Mundo

Mundo

Republicanos saem em defesa do procurador-geral dos EUA, Jeff Sessions


Republicanos saem em defesa do procurador-geral dos EUA, Jeff Sessions
Foto: Divulgação

Senadores republicanos e ex-membros do Departamento de Justiça (DoJ) dos Estados Unidos demonstraram apoio ao procurador-geral Jeff Sessions, que continua sendo publicamente atacado pelo presidente Donald Trump por ter se declarado impedido para comandar a investigação do suposto envolvimento da Rússia nas eleições presidenciais do ano passado. Sessions trabalhou na campanha de Trump e teria se encontrado duas vezes com o embaixador russo Sergey Kislyak no ano passado.

Nesta semana, Trump acusou Sessions de tomar uma posição "muito fraca" no DoJ no que diz respeito aos "crimes" de sua ex-adversária democrata Hillary Clinton.

"O procurador-geral está fazendo um bom trabalho e ele tomou a decisão certa ao se declarar impedido", afirmou o líder da maioria no Senado, Mitch McConnell. O senador republicano Lindsey Graham, um dos maiores críticos de Trump no partido, engrossa o coro a favor de Sessions. Para ele, Trump teve uma atitude "altamente inapropriada" ao dizes para Sessions ir atrás de Hillary.

Para o senador Orrin Hatch, de Utah, Sessions "está entre os homens mais honrados no governo hoje". "Tenho total confiança na habilidade de Jeff de executar as tarefas de seu gabinete e, acima de tudo, defender o estado de direito", disse Hatch.

Ex-membros do DoJ afirmaram que as críticas de Trump prejudicaram a capacidade de Sessions de liderar o departamento. Eles também estão preocupados com a possibilidade de que, caso Trump demita Sessions, outros oficiais peçam demissão em solidariedade, gerando uma crise constitucional. Fonte: Dow Jones Newswires.


Selecione sua cidade

Cascavel | Londrina