Londrina
Cascavel

Tarobá FM

  • Londrina
  • Cascavel

Defesa Social quer construir sede da Guarda Municipal dentro do Estádio da Portuguesinha

17/01/18 às 07:22 - Escrito por Redação Tarobá News

A Secretaria de Defesa Social quer construir uma sede própria da Guarda Municipal, concentrando várias repartições que estão espalhadas em diferentes endereços pela cidade. O projeto está pronto, mas é preciso definir um local para o prédio. 

Atualmente, a diretoria operacional funciona na rua São Jerônimo. O imóvel é alugado e custa R$ 9 mil por mês. A diretoria administrativa fica na rua Joaquim de Matos Barreto, às margens do Lago 2. A Defesa Civil, na rua da Canoagem, no Igapó 1. A Escola de formação fica junto com o Tiro de Guerra e a Central de Videomonitoramento, na Caapsml. Essa deve permanecer no mesmo local. As demais, não.

O projeto está pronto e foi doado pela Unifil. Seria a sede própria da Guarda Municipal, unindo os setores administrativo, operacional e de formação. A ideia inicial era construir num terreno que pertence ao município e que fica na avenida Waldemar Spranger. A estimativa é que custa uns R$ 7 milhões. 

Antes mesmo da conclusão do orçamento para a obra, já estuda mudanças no projeto. A Secretaria de Defesa Social pediu para a prefeitura para construir a sede da Guarda Municipal no Uay Chaiben, o Estádio da Portuguesa. 

O presidente da Portuguesa Londrinense disse que ainda não foi comunicado oficialmente sobre o pedido. O estádio tem cerca de 35 mil m² e foi cedido em 1998 por tempo indeterminado ao clube. 

Reportagem: Luciane Miyazaki/Valdemar Loredo  

© Copyright 2022 Grupo Tarobá