Londrina
Cascavel
  • Londrina
  • Cascavel

Galerias ocupadas e sessão remota: como deve ser a segunda votação

04/06/24 às 15:11 - Escrito por
siga o Tarobá News no Google News!

A presidente da APP Sindicato, Walkiria Olegário Mazeto, disse no fim da manhã desta terça (4) que cerca de 50 manifestantes ainda permanecem nas galerias da Assembleia Legislativa. Estão lá desde ocupação da Casa, no início da tarde de segunda (3). 


Eles pressionam os deputados estaduais a retirarem de pauta o projeto que cria o programa Parceiros da Escola, que terceiriza a gestão administrativa de 200 instituições de ensino do Paraná. Apesar da ocupação, o proposta foi aprovada em 1° discussão por 39 a 13 votos em sessão remota. E tudo indica que as votações de hoje na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) e no plenário serão de forma remota também.


“Nós temos hoje um grupo que passou a noite na Alep após a votação, para acompanhar a tentativa de retirada do PL (Projeto de Lei). São 50 pessoas que estão nas galerias e um grupo que está aqui no acampamento (na Praça Nossa Senhora de Salete). Queremos a retirada do projeto e a não atribuição de falta aos professores”, disse.

Leia mais:

Imagem de destaque
COLISÃO FRONTAL

Acidente na BR-277 em Guarapuava deixa uma vítima fatal e dois feridos

Imagem de destaque
CONFIRA

Agências do Trabalhador iniciam a semana com 24,1 mil vagas, maior número do ano

Imagem de destaque
REGIÃO OESTE

PCPR recupera 11 celulares que haviam sido furtados de loja em Cafelândia

Imagem de destaque
OPERAÇÃO

DER/PR faz pare-e-siga em ponte do Rio Ivaí entre Paraíso do Norte e Rondon


Judicialização

A presidente da APP reafirmou que, caso o projeto seja aprovado em todas as votações hoje, o sindicato vai para a justiça. “Estamos tentando a via do dialogo e poderemos tomar as medidas cabíveis. O projeto não é apenas sobre o diretor parar de trocar uma lâmpada. Se fora aprovado, nós vamos à Justiça”, concluiu.

Ela disse que uma comissão de deputados da situação e da oposição negociam com o governo do Paraná o fim da greve.


Como será hoje

Na segunda (3), logo depois da aprovação em primeira discussão , às pressas, a Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) se reuniu para analisar as 13 emendas apresentadas pelos parlamentares. O relator do texto, deputado Hussein Bakri (PSD), apresentou um parecer pela rejeição de nove emendas e a aprovação de outras quatro na forma de uma subemenda substitutiva geral.  


Um pedido de vista,  formulado pelos deputados Arilson Chiorato (PT), Requião Filho (PT) e Mabel Canto (PSDB), adiou a decisão da CCJ para esta terça (13) às 13h30. Logo em seguida, a proposta deve ir a plenário para segunda e definitiva votação.


Bem Paraná

Notícias relacionadas

© Copyright 2023 Grupo Tarobá