Governo aumenta reparos e 90% dos veículos estão em circulação

Redação Tarobá News
Paraná | Publicado em 18/11/2019 às 17:27

Foto: AEN

Cerca de 90% da frota de veículos oficiais do Estado está em circulação e com a manutenção em dia. Em quase três meses – entre 1º de agosto e 20 de outubro – foram reparados 8.431 veículos a um custo médio de R$ 833 por conserto. No mesmo período do ano anterior, foram reparados 5.396 veículos, a um valor médio de R$ 1.136 por conserto. O custo médio por reparo caiu 26,6%.

“O novo contrato de manutenção está se mostrando mais eficiente em diversos aspectos. Aumentamos o volume de reparos em 56%, o tempo médio dos veículos parados em oficina diminuiu, sem contar a queda no custo médio por conserto”, afirma o secretário de Estado da Administração e da Previdência, Reinhold Stephanes.

Para executar os serviços, 650 oficinas em todo o Paraná trabalharam, levando em média 13 dias para entregar os veículos. O contrato de manutenção anterior, no mesmo período, envolveu 246 oficinas executoras e um tempo médio de reparo de 23 dias.

De acordo com Stephanes, os números provam a eficiência do sistema, desde que bem gerido. “Conseguimos devolver às ruas grande parte da frota estadual com rapidez. E isso tem possibilitado que os órgãos consigam inclusive programar as manutenções preventivas, coisa que não acontecia há muito tempo”, disse o secretário.

SEGURANÇA – Os reflexos da melhora na manutenção da frota se refletem na eficiência dos serviços prestados à população, entre eles os níveis operacionais da Polícia Militar. “Num espaço muito curto de tempo, atingimos a marca inédita de 90% da frota em circulação. Antes, chegamos a ter 50% da frota parada, esperando manutenção. Pequenos ajustes conseguiram melhorar muito o sistema e superar todas as nossas expectativas, inclusive na melhoria dos índices operacionais”, afirma o chefe do Estado-Maior da PM, coronel Lanes Randal Prates.

Segundo o coronel, os índices de roubos, furtos e até de homicídios despencaram no último trimestre. “Ter toda a frota circulando significa ter mais policiais nas ruas. Isso traz mais segurança e desenvolvimento urbano”, afirma.

Dados da Secretaria de Estado da Segurança Pública apontam redução de 27% no número de roubos de veículos no Estado. “A redução de furtos e roubos também foi significativa e em proporções similares aos roubos de veículos”, explicou Prates.

Houve também queda de 30% no número de homicídios no Paraná, além do aumento significativo de apreensão de drogas – quase 300 toneladas nesse ano, o triplo do que foi apreendido em 2018. “Com a frota circulando em peso temos mais policiamento nas ruas e a polícia consegue fazer seu trabalho, trazendo mais segurança para a população”, afirma o coronel.

AEN



Relacionados

Cascavel | 12-12-2019 15:37

Conseg Cascavel recebe homenagem da Polícia Militar

Conseg Cascavel recebe homenagem da Polícia Militar

Londrina | 12-12-2019 15:36

Melhora estado de saúde do menino espancado pelos pais adotivos

Melhora estado de saúde do menino espancado pelos pais adotivos

Barracão | 12-12-2019 15:34

Paraná e Santa Catarina vão fortalecer defesa agropecuária

Paraná e Santa Catarina vão fortalecer defesa agropecuária

Foz do Iguaçu | 12-12-2019 15:32

Turismo no Paraná tem o melhor desempenho do ano em outubro

Turismo no Paraná tem o melhor desempenho do ano em outubro

PUBLICIDADE