Londrina
Cascavel
  • Londrina
  • Cascavel
Londrina
Cascavel

Guarda Municipal vai começar a fiscalizar som alto em Londrina

11/12/17 às 12:10 - Escrito por Redação Tarobá News

Dois decibelímetros pertencem à Prefeitura de Londrina. São aparelhos que medem a intensidade e volume do som. Mas a Guarda Municipal e os fiscais da Secretaria Municipal de Ambiente ainda estão sendo treinados para usar o equipamento. E terão que firmar convênio. "O convênio que será firmado vai permitir que a Guarda atue o infrator por crime ambiental", explica o diretor de operações da GM, Daniel Sakama. 

O limite legal para barulho é de 70 decibéis. Acima disso, o som pode causar perturbação e, se o ruído for constante, pode acarretar problemas de saúde. 
A equipe da TV Tarobá testou o decibelímetro perto de uma motocicleta. O aparelho acusou 100 decibéis facilmente. E dependendo da aceleração, o volume sobe. Quando o equipamento for usado nas ruas, como nas madrugadas da avenida Higienópolis, ficará mais fácil embasar as autuações. "A Guarda já tem trabalhado junto com a Sema para fiscalizar as ruas de Londrina. Mas com o decibelímetro, poderemos fundamentar nossas ações", conta Daniel.

A Polícia Militar atua no combate ao tráfico e embriaguez ao volante. Mas não tem autonomia para impedir que jovens se aglomerem nas ruas. "Isso se torna difícil, porque a lei permite a aglomeração de pessoas. Não há lei que proíba que os cidadão vão, voltem e fiquem parados nas calçadas da cidade", afirma o tenente Castro. 

(Colaboração Lívia Oliveira/TV Tarobá)

© Copyright 2022 Grupo Tarobá