Ministério Público quer manter presa avó de Eduarda Shigematsu

Redação Tarobá News
Paraná | Publicado em 14/05/2019 às 16:45

Se depender do Ministério Público a avó da menina Eduarda morta em Rolândia, vai continuar presa. O promotor de justiça de Rolândia, Hideraldo José Real quer que a justiça mantenha a prisão temporária, válida por 30 dias, de Terezinha de Jesus Guinaia.

Mais informações no vídeo do Jornal Tarobá 1ª Edição.



Fonte: TV Tarobá



Relacionados

Paraná | 17-05-2019 11:06

Paraná cria superintendência de Diálogo e Interação Social

Paraná cria superintendência de Diálogo e Interação Social

Paraná | 17-05-2019 10:06

Número de trabalhadores que se viram por conta própria bate recorde no PR

Número de trabalhadores que se viram por conta própria bate recorde no PR

Londrina | 17-05-2019 09:26

Vídeo mostra momento em que Fórum de Londrina desaba

Vídeo mostra momento em que Fórum de Londrina desaba

Matinhos | 17-05-2019 09:05

Marinha alerta para ondas de até 3,5 metros no Litoral do Paraná

Marinha alerta para ondas de até 3,5 metros no Litoral do Paraná