Londrina
Cascavel
  • Londrina
  • Cascavel
Londrina
Cascavel

Município de Toledo Interdita Frigorífico em Nova Sarandi

04/07/17 às 16:10 - Escrito por Da Redação
Foto: ilustração / divulgação -

O município de Toledo, em ação conjunta como Ministério Público, Serviço de Inspeção Municipal de Produtos de Origem Animal (SIM/POA) e Vigilância Sanitária, interditou nesta segunda-feira (03), um frigorífico em Novo Sarandi. Conforme o secretário municipal de Agropecuária e Abastecimento, Cristopher Azevedo, fiscais do SIM/POA detectaram em inspeções ao longo dos últimos meses algumas inconformidades e definiram prazos para a sua regularização, muitos dos quais não foram cumpridos, o que resultou na interdição desta segunda-feira.

Ele explica que as inconformidades detectadas referem-se a irregularidades nas instalações, descarte de materiais e destino de produtos não utilizados para o consumo humano. O frigorífico era o mesmo utilizado pelos produtores rurais que fornecem carne para o Programa Compra Direta da Agricultura familiar, para o abate de animais entregues na cozinha social.

Para evitar a interrupção no fornecimento de carnes à cozinha social, que produz refeições para os restaurantes populares e para as escolas municipais da zona urbana, o município orientou os produtores a procurar outros frigoríficos para o abate dos animais, o que já foi definido. Com isso, o fornecimento de carne está normalizado e o atendimento nos restaurantes populares e escolas não sofrerá qualquer interrupção.

Segundo o secretário municipal de Administração, Moacir Vanzzo, são feitas análises periódicas de todos os alimentos fornecidos para a cozinha social, inclusive da carne fornecida pelos produtores. Nas análises feitas por laboratórios credenciados, foi atestado que a carne fornecida pelos produtores estava dentro dos padrões de consumo humano. Ele destacou que ações conjuntas entre o Município e Ministério Público são bem vindas e garantem um serviço de melhor qualidade à população.

A secretária de Educação, Janice Salvador, ressaltou ainda que o trabalho de acompanhamento e fiscalização dos produtos, realizado pela cozinha social, com análises periódicas, além da supervisão e orientação de nutricionistas, dá ao município a traquilidade de que os alimentos produzidos pela cozinha social e consumidos pelos estudantes são de qualidade.

Foto: Ilustração


Com informações assessoria de Toledo

© Copyright 2022 Grupo Tarobá