Londrina
Cascavel
  • Londrina
  • Cascavel

Paraná recebe programa nacional de enfrentamento à criminalidade

29/08/19 às 17:47 - Escrito por Redação Tarobá News

São José dos Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba, foi escolhida pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública como representante do Sul para a implementação do projeto-piloto Em Frente Brasil - Programa Nacional de Enfrentamento à Criminalidade Violenta. Ele será testado em outras quatro cidades: Ananindeua (PA), Cariacica (ES), Goiânia (GO) e Paulista (PE).

O governador Carlos Massa Ratinho Junior participou do lançamento do programa nesta quinta-feira (29), em Brasília, ao lado do presidente da República, Jair Bolsonaro, do ministro Sergio Moro, responsável pela iniciativa, e do prefeito de São José dos Pinhais, Antônio Fenelon. O início das atividades será nesta sexta-feira (30), após apresentação do efetivo. A solenidade está marcada para as 9 horas, no Parque São José.

O governador destacou que o Paraná já tem apresentado redução no número de homicídios, mas que essa iniciativa do Governo Federal complementa as estratégias adotadas em nível local. “Nós perseguimos o índice zero. É dever do Estado cuidar das pessoas, criar ambientes seguros para desenvolver nossas cidades”, disse Ratinho Junior.

Ele salientou o trabalho realizado pelas forças estaduais de segurança e que São José dos Pinhais também vem registrando redução nos índices de violência. “A expectativa, com o apoio do Ministério da Justiça e da Segurança Pública, é que esse trabalho possa inspirar mudanças em outras cidades”, afirmou o governador.

O programa Em Frente Brasil foi idealizado pelo Governo Federal para combater crimes de maior gravidade, principalmente homicídios, com apoio de agentes da Força Nacional de Segurança. Eles vão atuar nessas cidades por 180 dias em conjunto com as forças policiais do Estado e as guardas municipais.

A força-tarefa também vai mapear as áreas prioritárias de atuação, identificar membros de facções, auxiliar o trabalho de inteligência dos órgãos estaduais e compor ações ostensivas.

MULTIDISCIPLINAR - O objetivo do programa a médio prazo é implementar um conjunto de ações multidisciplinares nas áreas de educação, esporte, lazer, cidadania, cultura, empreendedorismo e outras, e diagnosticar locais e fatores socioeconômicos que tenham correlação com a incidência criminal.

Segundo o Ministério da Justiça e da Segurança Pública, outras cidades de todas as regiões devem aderir ao programa a partir de 2020, de acordo com as metodologias e resultados alcançados nas cidades-piloto.

As operações terão o apoio logístico dos Estados e municípios envolvidos. Também fazem parte do projeto a Casa Civil do Governo Federal e os ministérios da Saúde, Economia, Educação, Cidadania, Desenvolvimento Regional e Mulher, Família e Direitos Humanos.

No lançamento, o ministro Sergio Moro destacou que a União costumava ficar muito distante da criminalidade violenta, agindo de maneira mais reativa. “A concepção desse programa é diferente, é de agir preventivamente. Vamos até os municípios para evitar que as situações de criminalidade violenta se agravem. Não ignoramos que os indicadores já estão melhorando nessas cidades, mas podemos fazer mais”, afirmou.

"É um projeto inovador, uma postura diferente da União, de Estados e municípios. Com esse aprendizado expandiremos a iniciativa para outras localidades com intuito de provocar uma redução substancial da insegurança pública", complementou.

© Copyright 2022 Grupo Tarobá