Paraná tem sistema de envio de alertas de desastres naturais por mensagens de texto

Redação Tarobá News
Paraná | Publicado em 13/06/2017 às 17:58

Moradores de cinco cidades do Paraná vão contar, a partir desta terça-feira, com o novo serviço de disparo de alertas a desastres naturais da Coordenadoria Estadual de Proteção e Defesa Civil. O sistema, desenvolvido pela Secretaria Nacional de Defesa Civil, envia alertas de risco por mensagem de texto, gratuitas para telefones cadastrados e vai estar disponível para Prudentópolis, Santo Antônio do Sudoeste, Querência do Norte, Salto do Lontra e Rondon. O serviço, sem custo para a população, é realizado em parceria com o Cenad, Centro Nacional de Gerenciamento de Riscos e Desastres, Anatel, Agência Nacional de Telecomunicações e operadoras de telefonia móvel. Segundo a Defesa Civil do Paraná,o objetivo é informar a população sobre situações iminentes de desastres, emergência e/ou estado de calamidade pública, por meio de mensagens de texto.

    Por se tratar de um projeto experimental o serviço está disponível apenas para cinco municípios, A Defesa Civil do Estado enviou mensagens informando os moradores das cinco cidades que o serviço está no ar e que o cadastro está disponível para celulares de todas as operadoras. Para fazer parte do sistema o usuário deve responder a mensagem de texto com o número do CEP de sua região. Caso não tenha recebido a mensagem pode fazer o cadastro diretamente pelo número 40-199.



Relacionados

Paraná | 18-01-2019 15:31

Governo prepara lei para formalizar reforma administrativa

Governo prepara lei para formalizar reforma administrativa

Londrina | 18-01-2019 14:46

Gaeco pede que Rony e Takahashi fiquem mais 6 meses afastados da Câmara

Gaeco pede que Rony e Takahashi fiquem mais 6 meses afastados da Câmara

Curitiba | 18-01-2019 12:56

Abertas as inscrições para chefes dos Núcleos Regionais de Educação

Abertas as inscrições para chefes dos Núcleos Regionais de Educação

Curitiba | 18-01-2019 12:41

Novo secretário de educação quer mais valorização dos professores

Novo secretário de educação quer mais valorização dos professores

PUBLICIDADE