Linha 4

Publicidade

​Polícia Civil faz mais de 60 operações contra o crime organizado no primeiro trimestre

Redação Tarobá News

A Polícia Civil do Paraná (PCPR) realizou mais de 60 operações de repressão qualificada no primeiro trimestre de 2021. No período, 155 envolvidos em crimes foram presos. As ações são oriundas de investigações de alta complexidade com aplicação de técnicas especializadas, e tem como objetivo a desestruturação e desarticulação de organizações criminosas que atuam no Estado. 

Dentre os principais tipos de crimes investigados estão tráfico de drogas, homicídio, corrupção, roubos e estelionato. As capturas dos envolvidos minam a atuação de organizações criminosas, refletindo diretamente na diminuição da criminalidade.  

No mesmo período de 2019, foram deflagradas 41 operações de repressão qualificada, sendo que neste ano foram 63, um crescimento de 53%. Já em 2020, o número foi equivalente, com 66 ações.  

“A investigação e desarticulação de grandes quadrilhas de criminosos atuantes no do Paraná é a especialidade da Polícia Civil, que não tem medido esforços para combater a criminalidade em geral, mas, principalmente neutralizar, por meio de um trabalho focado e planejado, grupos criminosos”, afirma o secretário da Segurança Pública, Romulo Marinho Soares. “Assim, já foi possível desmantelar organizações que, inclusive, tinham ramificações”, destaca ele.

Para o delegado-geral da Polícia Civil, Silvio Rockembach, a instituição está preparada para trabalhar em qualquer tipo de investigação. “Estamos focados em investigações voltadas ao desbaratamento efetivo de organizações criminosas”, afirma.

“O sucesso que a Polícia Civil tem alcançado nas investigações de alta complexidade se deve a três fatores. O primeiro é a dedicação e profissionalismo dos policiais civis, o segundo é o alto investimento na especialização e capacitação dos recursos humanos e o terceiro é o emprego de recursos e metodologias modernas de investigação”, explica Rockembach. 

As operações de repressão qualificada são de alta complexidade, demandam mais tempo de investigação e um elevado grau de especialização, por este motivo se diferem das outras ações gerais realizadas pela PCPR.  

AEN

COMENTÁRIOS

Publicidade

Publicidade